Alguns leitores têm certeza de que sou contra os bancos e banqueiros. Calma, não sou nenhum radical. Sou apenas uma pessoa que quer conhecer mais sobre pequenas armadilhas que podemos evitar quando o assunto envolve as taxas e tarifas bancárias. Meu objetivo é apenas aprender a driblar estes percalços com o único objetivo de maximizar a rentabilidade no final de um determinado período. Portanto, não tenho nada contra ninguém, seja por questões filosóficas ou políticas. Comigo, a coisa é puramente matemática.

Curiosamente, este mês na revista Época Negócios, foram publicadas diversas frases do presidente do Bradesco, Sr. Márcio Cypriano. São frases muito inteligentes e que podem calhar perfeitamente para o dia-a-dia de cada um de nós, dando pistas fantásticas do que fazer (e do que não fazer) com o (suado) dinheiro que ganhamos. Repare.

“Meu pai me ensinou que é mais importante saber gastar do que ganhar. Trago isso comigo. Sempre me ajudou a viver dentro do orçamento”.

“Nunca tive cheque que voltou. Já passei aperto, mas nunca dei um cheque sem fundo”.

“Dinheiro é consequência. Trabalho vem na frente. Nunca pensei em ganhar dinheiro. Sempre pensei em fazer meu trabalho de forma exemplar. Infelizmente, os muito jovens têm pressa demais”.

“As idas e vindas da economia brasileira mostram que o importante é se adaptar. A mudança traz oportunidades para quem sai na frente”.

São dicas importantes de quem chegou no topo. De quem tem uma visão privilegiada. Se o trabalho é mais importante do que o dinheiro, então como classificar a importância do trabalho ao cuidar de nosso dinheiro? É preciso aceitar que o dinheiro requer a mesma atenção dada à família, aos amigos, ao lazer e ao trabalho. Ou não? Dá trabalho ser financeiramente independente. Ou você achou que ia ser fácil? Quando mais cedo começar, mais cedo vai aproveitar. Obrigado Sr. Cypriano.

Conrado Navarro
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários