Ganhar dinheiro: se houvesse uma fórmula mágica ou sugestões que sempre dão certo, tenha certeza de que haveria muito mais gente rica no mundo. Cada história é uma história quando se trata de avaliar o que anda emperrando a vida financeira, mas o fato é que algumas ações são fundamentais para alguém não ficar no vermelho, cuidar bem das receitas e ainda conseguir guardar.

Costumamos, inclusive, ter que lidar com estas questões a vida toda, mas a cada momento uma delas parece bater mais forte em nossa cabeça. É importante entender a quê, portanto, é preciso dar mais atenção a cada fase. Vamos refletir um pouco sobre ações fundamentais para levarmos ao longo da vida se o objetivo for sempre ter dinheiro no bolso?

Ouça: DinheiramaCast: Qual é o melhor momento para investir?

Melhor que a poupança: Na Diin sua rentabilidade é 106% da Poupança (Abra sua conta grátis e invista já)

Sobre ganhar dinheiro na vida

Pois bem, o primeiro ponto é sobre ganhar dinheiro. A não ser que você já venha de uma família rica e tenha uma herança ou, ainda, ganhe na loteria ou algo do tipo, o dinheiro não deve aparecer na sua conta do nada. Por esta razão é preciso ganhá-lo, certo? Aqui há alguns pontos nos quais você precisa focar:

1. Ganhar dinheiro com um trabalho fixo

Boa parte das pessoas que consegue guardar dinheiro aproveita a receita fixa que vem de um trabalho. Quando você sabe exatamente quando receberá no mês, fica mais fácil planejar e guardar, o que não quer dizer que apenas desta forma é possível fazer isso. Mas, obviamente, fica mais fácil.

A dica, caso você se enquadre no perfil de pessoas que gostam de trabalhar fixo para uma única empresa, é tentar fazer o máximo com a receita que ganha, e também investir no que for preciso para se tornar um profissional melhor, ter uma boa rede de contatos, e ganhar mais.

2. Ganhar dinheiro empreendendo ou com freelas

Há também aquele perfil de pessoa (no qual geralmente me enquadro) que se dá melhor empreendendo ou fazendo freelas. Neste caso, pode ser que a receita varie muito mês a mês, por isso é preciso ter ainda mais controle financeiro para guardar mais nos meses em que a receita for mais positiva, e gastar menos nos meses em que ela for menor.

O ideal também é investir em networking frequente e trabalhar com algumas fontes diferentes de receita, ou seja, alguns clientes no lugar de um só. Desta forma, se você perder um, ganhará fôlego até conseguir outro que o substitua em termos de receita.

3. Ganhar dinheiro investindo

Fazer o dinheiro render também tem a ver com ganhar. Ou seja, você trabalha, guarda, mas precisa saber onde colocar o dinheiro para que ele cresça e não perca valor. Resumindo: é preciso aprender a investir. Neste caso, vá aprendendo sempre o que puder, se informando sobre diferentes tipos de investimento, ouvindo especialistas, etc.

Assista: EMPRÉSTIMO BANCÁRIO 💸: Devo Aceitar a proposta ou é CILADA e posso me dar MAL? 😫

Aproveite: Na Diin o investimento é mais seguro e rende mais que a poupança (Abra sua conta grátis)

Sobre o padrão de vida

4. Viver com menos do que ganha

Uma ação fundamental que deve ser levada para a vida é relacionada a padrão de vida. A pior hipótese, neste caso, é gastar mais do que ganha e se endividar. Uma hipótese mais razoável é gastar exatamente o que ganha, sem fazer dívidas. Porém, para quem quer ganhar dinheiro e conseguir investir, é fundamental gastar menos do que ganha.

A melhor ferramenta para fazer isso dar certo é baixar o padrão de vida, vivendo com menos do que a sua receita mensal permite. Muita gente gasta muito com bobagens e tem gastos fixos tremendos. Avalie se realmente vale manter o custo de determinadas coisas ou se elas não são tão necessárias assim, É apenas deste jeito que você conseguirá guardar mais.

Sobre guardar mais

5. Ganhar dinheiro na vida cortando gastos

Complementando o item anterior, vamos falar sobre cortar gastos. Se você perdesse parte de sua receita hoje, o que precisaria fazer? Reduzir custos, certo? Então por que não começar já para usar o dinheiro que sobra de forma mais inteligente? O que daria cortar das despesas?

 6. Ganhar dinheiro na vida reduzindo gastos

Se não der para cortar gastos, que tal reduzi-los? Vale a pena avaliar todos os seus gastos fixos para checar quais poderiam ser substituídos. Muitas vezes uma conta de telefone poderia ter um valor 30% menor.

Muitas vezes a assinatura de um jornal online poderia reduzir o custo da assinatura em papel em 30% também. Trocar o lugar para tomar o cafezinho de vez em quando (optando por um mais barato) também pode ajudar a reduzir gastos. Enfim, avalie na sua história o que você poderia fazer!

Leia também: Salário: 6 dicas que farão você negociar melhor e ficar feliz

Atenção ao emocional

Finalmente, vamos falar sobre aspectos emocionais que, para mim, são os mais importantes. Isso porque de nada adianta você ganhar muito e até receber aumentos ou renda extra, se continuar agindo mal emocionalmente.

Sabemos que ninguém faz certas coisas porque quer, e realmente é muito difícil sair de determinados padrões, muitas vezes sendo necessária a ajuda de profissionais. Mas é importante estar atento ao que acontece! Vejamos os próximos pontos.

7. Comprar por impulso

Comprar por impulso é uma das ações que mais arruínam o bolso. De nada adianta guardar, ter metas e planos, se ao menor sinal de desconforto emocional você torrar o dinheiro guardado.

Tente contar até 10 quando a vontade surgir. Pense quanto tempo de trabalho levou para você conseguir guardar aquele dinheiro que será gasto em 5 minutos. Deixe cartões de crédito em casa se for o caso.

8. Cuidar da autoestima

Pois bem, decidi citar a questão da autoestima aqui porque quando gostamos de nós mesmos e estamos contentes e certos com os caminhos planejados para nossa vida, é muito mais difícil sair dos trilhos e ter rompantes emocionais que detonem as finanças.

Invista em autoconhecimento, se cuide emocionalmente e estude sobre isso. É tão importante quanto saber como funciona um fundo de investimento ou um CDB. Talvez mais!

9. Atenção a pessoas tóxicas

Finalmente, vou terminar este texto lembrando da necessidade de estarmos atentos a pessoas tóxicas que nos cercam, pois elas também podem contribuir para a nossa falta de dinheiro no fim do mês, a ausência de nossa reserva de emergência e até da realização de nossos sonhos.

Cuidado com pessoas que sugam frequentemente, pedindo dinheiro para questões que não são emergenciais, pedindo seu nome e sua boa vontade para empréstimos frequentes, solicitando coisas de valor que vão impedi-lo de seguir no caminho planejado. Use o bom senso neste caso.

Não importa se é um filho, um irmão ou um namorado. Cada história é uma história, mas não deixe que a confusão dos outros arruíne o seu equilíbrio financeiro, combinado?

Janaína Gimael
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários