Gastar menos no supermercado é possível? Este tipo de gasto costuma abocanhar boa parte da renda dos brasileiros e não é à toa. Muitas vezes até gastamos mais porque não seguimos recomendações básicas antes de ir às compras, como nunca ir ao supermercado com fome ou esquecer de fazer uma lista.

Separamos 7 dicas para você seguir e começa a gastar menos no supermercado. Além disso, vale a pena usar o potencial de startups e aplicativos para comparar preços e até realizar compras online, economizando no bolso e no tempo. Quem sabe assim não começa a sobrar dinheiro para iniciar aquela reserva de emergência, hein?

Aproveite: Na Diin o investimento é mais seguro e rende mais que a poupança (Abra sua conta grátis)

1. Gastar menos: Nunca vá ao supermercado com fome

Esta é básica, mas nem todo mundo segue. Ir ao supermercado com fome é basicamente pedir para gastar muito mais que o necessário. Além disso, você tenderá a ter vontade de comprar tudo, muitas coisas totalmente desnecessárias.

2. Faça uma lista

Fazer uma lista (seja em papel, seja no celular) é fundamental para quem quer gastar menos no supermercado. De forma geral, é mais ou menos como o nosso plano de metas relacionado às finanças, e não deixa que a gente se perca. Anote tudo que realmente precisa e procure seguir à risca, combinado?

Assista: DinheiramaCast: O perigo dos Apps para seu bolso

3. Para gastar menos no supermercado, comece com o essencial

Algumas coisas são essenciais, outras são supérfluas. Comece primeiramente com os itens necessários para o dia a diae  aqueles que você realmente precisa, aproveitando que a sua energia para as compras está maior. Entre eles, arroz, feijão, verduras, carnes se for o caso.

4. Escolha frutas e vegetais com cuidado

Para gastar menos no supermercado e também não desperdiçar dinheiro à toa, itens como frutas e vegetais precisam ser escolhidos com cuidado para que durem mais. Alguns já indicam que durarão pouco ou até que estão estragados (coisas que, na correria, às vezes não percebemos). Também não vale comprar grande quantidade, mas comprar aos poucos, semanalmente.

Melhor que a poupança: Na Diin sua rentabilidade é 106% da Poupança (Abra sua conta grátis e invista já)

5. Cuidado com promoções

Promoções de supermercado podem ser positivas, mas também gerar verdadeiras perdas. Primeiramente porque nem sempre você compraria aqueles produtos se estivessem fora da promoção. Depois porque podem estar próximos do vencimento. Veja se faz sentido antes de comprar.

6. Vá à feira

Com que frequência você tem ido à feira mais próxima? Normalmente vale muito a pena comprar determinados produtos na feira, tanto por conta do preço quanto por conta do frescor. Vegetais, hortaliças e frutas vendidos em feira costumam ser bem mais frescos que os de supermercado. Além disso, se você deixar para ir ao final da feira, certamente encontrará boas promoções porque os feirantes tendem a baixar bastante os preços.

7. Compare online para gastar menos no supermercado

Comparar os preços online antes de ir às compras pode ser uma boa, e há algumas alternativas interessantes, como o Shopper, que auxilia os usuários a planejarem e economizarem nas compras. Com operação iniciada em 2015, a startup  desenvolveu um sistema de reabastecimento de itens de consumo doméstico, ajudando o consumidor a se organizar e comprar de forma planejada. “A Shopper ajuda de algumas maneiras quem quer gastar menos no supermercado. Primeiramente, os preços são mais competitivos pelo fato de o modelo de negócio ser mais eficiente. Já economizamos mais de R$ 2 milhões dos nossos clientes. Depois, porque ao fazer compras planejadas com a Shopper, a pessoa reduz as idas ao mercado, o que reduz muito as compras impulsivas.”, explica o CEO da startup, Fábio Rodas.

Evitar compras impulsivas é importante

Comprar por impulso costuma ser um grande vilão nas finanças, e isso também acontece nas compras de supermercado. Para Fábio Rodas, CEO da Shopper, o desafio é explicar o conceito de compras planejadas aos consumidores brasileiros. “Todo mundo sabe se organizar e comprar de forma planejada uma viagem (hotel, passagem…). Mas não temos essa opção com itens essenciais, que compramos com muito mais frequência. O desafio da Shopper é explicar como funciona esse sistema de reabastecimento doméstico, de compras planejadas. Uma vez que as pessoas entendam e mudem o hábito, começam a economizar muito e perder menos tempo com a parte mais chata e pesada das compras.”, diz.

Poupança Turbinada: Na Diin a sua rentabilidade é 106% da poupança, aproveite!

Janaína Gimael
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários