Home Economia e Política Gastos do consumidor e investimentos impulsionam crescimento da França no 1º trimestre

Gastos do consumidor e investimentos impulsionam crescimento da França no 1º trimestre

Enquanto isso, o investimento empresarial cresceu 0,5%, recuperando-se de uma contração de 0,8% no final do ano passado devido às taxas de juros elevadas

por Reuters
0 comentário

A economia francesa ganhou impulso no primeiro trimestre, crescendo um pouco mais rápido do que o esperado diante do aumento nos gastos dos consumidores e no investimento das empresas, mostraram dados oficiais publicados nesta terça-feira.

A segunda maior economia da zona do euro cresceu 0,2% nos primeiros três meses do ano, após expansão de 0,1% no quarto trimestre de 2023, disse a agência de estatísticas INSEE em seu relatório trimestral do PIB.

Economistas consultados pela Reuters previam alta de 0,1% d PIB, enquanto o Banco da França estimava um crescimento de 0,2% e o INSEE esperava estabilidade.

APRENDA COMO MULTIPLICAR E PROTEGER SEU CAPITAL INVESTIDO POR MEIO DAS CRIPTOMOEDAS E ACELERE A SUA JORNADA RUMO À LIBERDADE FINANCEIRA

O crescimento melhor do que o esperado é uma boa notícia para o governo, que foi duramente criticado pelos partidos de oposição por sua forma de lidar com a economia depois de ter revisado para baixo sua previsão para o ano inteiro de 2024, de 1,4% para 1%.

“Para todos aqueles que estavam querendo pensar que nossa economia estagnou, os fatos são inflexíveis, o crescimento francês está melhorando”, disse o Ministro das Finanças, Bruno Le Maire, em reação ao relatório do INSEE sobre o PIB.

O crescimento dos gastos das famílias, tradicionalmente o principal motor da atividade econômica francesa em geral, acelerou de 0,2% no quarto trimestre de 2023 para 0,4% , à medida que as pressões inflacionárias diminuíram.

Enquanto isso, o investimento empresarial cresceu 0,5%, recuperando-se de uma contração de 0,8% no final do ano passado devido às taxas de juros elevadas.

De modo geral, economistas esperam que a atividade se recupere ao longo do ano, já que a inflação mais baixa aumenta o poder de compra dos consumidores e os cortes nas taxas de juros estimulam um aumento nos investimentos.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Assine a newsletter “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.