Home Comprar ou Vender Governo dá presente de R$ 1,60 por ação para Rumo

Governo dá presente de R$ 1,60 por ação para Rumo

Isenção de ICMS para os investimentos em ferrovias pode resultar na redução de R$ 840 milhões em investimentos da Rumo por ano

por Gustavo Kahil
0 comentário
(Imagem: Reprodução/Facebook/Rumo)

O governo brasileiro anunciou que as obras ferroviárias no Brasil não terão que pagar ICMS, em um acordo firmado com os estados no Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz).

A única condição imposta pelos estados para concordar com a isenção foi a prorrogação do Reporto, que concede incentivos fiscais para investimentos em portos. O Reporto foi renovado até 2028.

Segundo os analistas Victor Mizusaki, Ricardo França e Larissa Monte da Ágora Investimentos, a notícia é positiva para Rumo (RAIL3), pois a nova medida deve reduzir os investimentos da empresa em aproximadamente 15%.

“Se assumirmos que o benefício terminará em 2028, a Rumo poderá economizar cerca de R$ 840 milhões/ano até então, adicionando aproximadamente R$ 1,60/RAIL3”, calculam.

Reporto

O Reporto é um regime aduaneiro especial criado para incentivar investimentos na recuperação, modernização e ampliação de portos e ferrovias brasileiras, com a suspensão e/ou isenção de tributos. Esse regime foi criado por meio da Lei nº 11.033, de 21/12/2004.

Com o Reporto, as empresas podem adquirir maquinários e equipamentos com a suspensão de tributos federais, como Imposto de Importação e Imposto sobre Produtos Industrializados – IPI e PIS/Cofins—Importação. 

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Mail Dinheirama

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.