Home Economia e Pol√≠tica Grau de Investimento: foco na estabilidade econ√īmica do Brasil

Grau de Investimento: foco na estabilidade econ√īmica do Brasil

por Ricardo Pereira
0 coment√°rio

Grau de Investimento: foco na estabilidade econ√īmica do BrasilOntem, o Brasil foi promovido ao grau de investimento pela ag√™ncia de rating Moody¬īs. Particularmente, vejo a not√≠cia com muito otimismo. √Č bem verdade que, em termos de valoriza√ß√£o dos ativos no mercado de a√ß√Ķes[bb], n√£o devemos exagerar no tom, afinal √© not√≥rio que a valoriza√ß√£o do Ibovespa nos √ļltimas semanas d√° a exata impress√£o de que esse grau de investimento j√° estava precificado.

Entretanto, se analisarmos friamente os aspectos econ√īmicos do pa√≠s perceberemos que o Brasil n√£o √© mais um pa√≠s imprevis√≠vel para o mundo e que seus fundamentos est√£o em patamares muito s√≥lidos. E quem vive e afirma isso s√£o os gringos: os estrangeiros j√° trouxeram para a Bovespa cerca de R$ 16,1 bilh√Ķes em 2009 (l√≠quido), o melhor ano da hist√≥ria e com um significado importante, afinal o mundo d√° os primeiros sinais de que a crise (a maior desde 1929) est√° ficando para tr√°s.

A entrada de d√≥lares no pa√≠s refletiu-se tamb√©m na cota√ß√£o do Real: ontem a cota√ß√£o da moeda brasileira chegou ao menor patamar do ano, com o d√≥lar sendo negociado a R$ 1,798, acumulando uma deprecia√ß√£o de 22,96% em 2009. O grau de investimento concedido ao Brasil pela Moody¬īs √© o terceiro que o pa√≠s recebe. No ano passado, j√° hav√≠amos recebido a mesma ‚Äúhonraria‚ÄĚ das ag√™ncias Standard & Poor¬īs e Fitch.

“A eleva√ß√£o reflete o reconhecimento pela Moody’s de que a capacidade de absor√ß√£o de choques, incluindo a capacidade de resposta das autoridades, aponta para uma melhora significativa do perfil de cr√©dito soberano do Brasil‚ÄĚ – Mauro Leos, analista-chefe para o Brasil da ag√™ncia Moody‚Äôs.

Conheça as notas e escalas das agências de rating:

Classificação de Risco - Agências de Risco

Nem s√≥ de boas not√≠cias vivemos…
Se existem boas noticias que devem e merecem ser destacadas, tamb√©m temos grandes desafios[bb] para o futuro. Um deles √© a Previd√™ncia Social. De janeiro a agosto de 2009 foi registrado um d√©ficit de R$ 29,9 bilh√Ķes. Um crescimento nos gastos de 14,8% ante o mesmo per√≠odo de 2008.

Outro ponto a se considerar √© o excessivo aumento dos gastos p√ļblicos para sustentar o funcionamento da m√°quina governamental. Gastamos muito e muito mal. Se observarmos a qualidade dos servi√ßos oferecidos a popula√ß√£o e da infraestrutura, a sensa√ß√£o √© ainda pior.

Otimismo em gotas
Reforço minha expectativa positiva baseando-a em dados da pesquisa Serasa Experian de Expectativa Empresarial, realizada em 1.011 empresas de diversos setores e tamanhos em todo o país. Essa pesquisa mostra que 73% dos empresários esperam um faturamento maior em 2010.

Cabe lembrar que o ano que vem ser√° um ano peculiar, j√° que teremos elei√ß√Ķes presidenciais e os poss√≠veis desdobramentos da crise ‚Äď que pode ainda causar altos e baixos no mercado financeiro e na economia mundial. Os fundamentos da economia[bb] foram (ser√£o?! est√£o sendo?!) testados e, pela primeira vez na recente hist√≥ria da democracia brasileira, a economia parece estar blindada das barbaridades pol√≠ticas.

O final de 2009 promete estar recheado de acontecimentos: novas ofertas de a√ß√Ķes (IPOs) e emiss√Ķes secund√°rias. Ser√° que j√° estamos colhendo os benef√≠cios de uma economia estabilizada? Ser√°?

Que tal concorrer a até R$ 300,00 em prêmios?
O Dinheirama est√° com uma promo√ß√£o exclusiva para seus leitores. Compre o livro “Vamos falar de Dinheiro?”, do amigo Navarro, atrav√©s da loja virtual da Novatec, com 30% de desconto – digite o c√≥digo DINHEIRAMA no campo de promo√ß√£o – e concorra a vale compras no Submarino, Pen Drives, Livros de Neg√≥cios, Camisetas e Adesivos. Se voc√™ tem um blog, pode aumentar suas chances de ganhar e concorrer a outro vale compras exclusivo e exemplares do livro para sortear entre seus leitores. S√£o v√°rios os pr√™mios e as oportunidades de garantir conhecimento, informa√ß√£o de qualidade e aprendizado sobre finan√ßas pessoais e investimentos. Aproveite! Conhe√ßa os detalhes desta promo√ß√£o (clique aqui) e participe! Boa sorte!

——
Ricardo Pereira
é educador financeiro e palestrante, trabalhou no Banco de Investimentos Credit Suisse First Boston e edita a seção de Economia do Dinheirama.

‚Ė™ Quem √© Ricardo Pereira?
‚Ė™ Leia todos os artigos escritos por Ricardo

Crédito da foto para stock.xchng.

O Dinheirama √© o melhor portal de conte√ļdo para voc√™ que precisa aprender finan√ßas, mas nunca teve facilidade com os n√ļmeros.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informa√ß√£o e atesta a apura√ß√£o de todo o conte√ļdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que n√£o faz qualquer tipo de recomenda√ß√£o de investimento, n√£o se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.