Home Empresas Grupo automotivo chinês critica tarifas de antisubsídio da UE

Grupo automotivo chinês critica tarifas de antisubsídio da UE

Os impostos provisórios entre 17,4% e 37,6%, sem retroatividade, foram projetados para impedir o que a presidente da Comissão Europeia

por Reuters
3 min leitura

A Associação Chinesa de Fabricantes de Automóveis está “fortemente insatisfeita” com tarifas antisubsídio propostas pela União Europeia, disse o grupo industrial em um comunicado neste sábado.

As fabricantes haviam cooperado com a investigação da Comissão Europeia aos subsídios chineses, mas ela ignorou os fatos e selecionou previamente os resultados, afirmou a associação em uma publicação no aplicativo de mensagens chinês WeChat.

A UE impôs tarifas de até 37,5% sobre importações de veículos elétricos feitos na China a partir de sexta-feira, com uma janela de quatro meses durante a qual as tarifas são provisórias, com negociações intensas esperadas entre os dois lados.

“A (associação) lamenta profundamente e o considera inaceitável”, disse.

Os impostos provisórios entre 17,4% e 37,6%, sem retroatividade, foram projetados para impedir o que a presidente da Comissão Europeia, Urusula von der Leyen, disse ser a ameaça de uma enxurrada de veículos elétricos chineses construídos com subsídios estatais.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.