Home Comprar ou Vender Guararapes dá lição ao varejo com “limpeza” na Midway Financeira; ações decolam 17%

Guararapes dá lição ao varejo com “limpeza” na Midway Financeira; ações decolam 17%

Midway foi uma das primeiras financeiras de varejo a ter um maior cuidado frente a deterioração do endividamento das famílias

por Gustavo Kahil
0 comentário

As ações da Guararapes (GUAR3), dona da rede de varejo Riachuelo, decolam 17% após a divulgação de um resultado que impressionou os analistas, principalmente em sua financeira Midway.

“Os serviços financeiros, outro motor de lucro da Guararapes, tiveram um desempenho impressionante apesar da contração da carteira, o que pode proporcionar alguma tranquilidade aos investidores, enquanto as vendas no varejo permanecem mornas”, apontam os analistas Pedro Pinto, Flávia Meireles, da Ágora Investimentos.

Isso é resultado da cautela adotada pela Midway, que foi uma das primeiras financeiras de varejo a ter um maior cuidado na concessão de crédito frente a deterioração do nível de endividamento das famílias.

Midway Riachuelo
(Imagem: Site/ Midway)

“Em nossa visão, isso resultou em safras mais saudáveis e permitiu a redução das despesas com provisionamento – que ainda pressionam o resultado de outras empresas”, opinam Nina Mirazon, Vinicius Esteves e Iago Souza, da Genial Investimentos.

Fonte: Guararapes

A provisão para perdas de créditos das operações do cartão Riachuelo (Private Label + Bandeira) e de empréstimo pessoal, líquidos da recuperação de créditos e descontos, totalizou R$ 310,9 milhões, uma redução de 10,6% contra o mesmo período de 2022 e de 9,8% em relação ao trimestre passado.

“Temos buscado oportunidades na concessão de crédito sem deterioração do risco, resultando em safras mais saudáveis quando comparadas às mais antigas. Ao mesmo tempo, continuamos operando com cautela na concessão dado o alto nível de endividamento das famílias, nos mantendo atentos ao ciclo de queda na inflação e retomada do crescimento da renda, o que podem trazer oportunidades para 2024”, disse a empresa em seu release de resultados.

Reviravolta?

Os analistas da Ágora entendem que a robusta desalavancagem financeira ajuda a aliviar a tese, uma vez que a alavancagem tem sido uma preocupação para os investidores há algum tempo.

“Acreditamos que este poderia ser um passo inicial para a normalização dos lucros”, explicam. Com isso, o preço-alvo foi elevado de R$ 6 para R$ 7. A recomendação continua em “neutra”.

“Sazonalidade ou reversão de tendência? Mantemos uma postura cautelosa, monitorando se os ganhos consolidados neste trimestre se manterão daqui em diante”, aposta a Genial, que manteve a sugestão “neutra” e preço-alvo de R$ 5,70.

Veja o resultado:

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.