Home Empresas GWM cita medidas do governo e adia fábrica no Brasil para 2º semestre

GWM cita medidas do governo e adia fábrica no Brasil para 2º semestre

A GWM do Brasil disse à Reuters nesta quarta-feira que precisou "fazer um ajuste" com relação à data de inauguração

por Reuters
0 comentário

A montadora chinesa GWM adiou a inauguração de sua fábrica em Iracemápolis, no Estado de São Paulo, prevista para maio, citando medidas recentes do governo federal, e passou a prever o lançamento da nova planta no segundo semestre deste ano.

Segundo a fabricante de veículos elétricos, o adiamento ocorreu devido ao retorno gradual do Imposto de Importação para veículos eletrificados e híbridos, que teve início em janeiro deste ano, e ao anúncio do programa automotivo Mover, que tem como meta incentivar a produção local de veículos com menor emissão de poluentes.

A GWM do Brasil disse à Reuters nesta quarta-feira que precisou “fazer um ajuste” com relação à data de inauguração. No ano passado, após lançar seu primeiro carro totalmente elétrico no Brasil, o Ora 03, a montadora anunciou investimentos de 10 bilhões de reais no país, dos quais 6 bilhões de reais em três anos, até 2025.

A companhia adquiriu a fábrica de carros da Mercedes-Benz em Iracemápolis em 2021 e esperava começar a produzir este ano uma picape elétrica ainda não lançada pela marca.

“Adiantamos a produção de um SUV urbano da linha Haval, de maior volume do que a picape, que será o lançamento seguinte”, acrescentou. “Tudo continua igual. Valores e produtos. Só mudamos a ordem por causa das mudanças do governo: primeiro SUV, depois a picape.”

A fábrica de Iracemápolis terá capacidade de produção de 100 mil unidades por ano ao final do processo de modernização da planta, segundo dados da montadora, e deve gerar cerca de 2 mil empregos depois que estiver operando em plena capacidade.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Mail Dinheirama

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.