Os benefícios do visto EB-5 se tornaram um verdadeiro convite para empresários que desejam investir quantias relevantes para garantir a sua permanência nos Estados Unidos. Quem conquista o Green Card passa a ter os mesmos direitos que os americanos.

Por ano, o governo norte americano recebe mais de 10 mil solicitações, sendo que o Brasil já ocupa o terceiro lugar. Para se ter uma ideia desta procura, que só vem aumentando nos últimos tempos, em uma das palestras que ministrei sobre o assunto participaram mais de 600 pessoas, sendo que na anterior compareceram 280. Um número muito expressivo. Infelizmente, a insatisfação e a insegurança levam o empresário brasileiro a portar dinheiro fora do país.

Dificilmente ocorre uma negativa, exceto em alguns casos onde há falta de clareza na demonstração da origem lícita dos recursos e um eventual registro criminal do solicitante.

Especialistas apontam que escolher o EB-5 é a forma mais rápida, direta e barata de toda família chegar ao Green Card. Mas para realizar o sonho de morar definitivamente nos Estados Unidos, além dos 500 mil dólares e taxas de imigração, é preciso contar com consultores e advogados especializados neste segmento. Ter essas pessoas trabalhando juntas em prol de um objetivo fará com que o processo seja bem estruturado, planejado e sem falhas.

E oportunidades de novos negócios para investimentos não param de crescer.  Há diversos projetos que contemplam a criação de pelo menos dez novos empregos que podem, em tese, receber a aplicação do EB-5. Os advogados mais conceituados gostam de iniciativas que possam garantir muitos empregos e sem histórico de não conclusão das obras.

Neste cenário, uma das alternativas para se investir são hotéis de marcas como Hilton, Marriott, Hyatt e Intercontinental. Neste tipo de negócio, o empresário pode aderir ao visto EB-5 e entre cinco e sete anos é possível recuperar o investimento.

Os tipos mais comuns de contrato são de empréstimo por cinco anos, remunerando em 1% ao ano denominado “Loan”, e o “Equity”, em que há a adesão à empresa proprietária do hotel, com prazo previsto entre seis e sete ano e com retorno anual projetado de 8,5%.

Daniel Toledo
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários