Viver de Renda
Viver de Renda
Home Economia e Política Hungria precisa mudar a UE, não abandoná-la, diz premiê

Hungria precisa mudar a UE, não abandoná-la, diz premiê

A questão de começar negociações com o país estará na agenda da próxima cúpula da UE no próximo mês

por Reuters
0 comentário
(Imagem: Reprodução/Freepik/@wirestock)

A Hungria precisa dizer não ao atual modelo europeu construído em Bruxelas, disse o primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán, em um congresso do seu partido Fidesz neste sábado, acrescentando que a União Europeia precisa ser modificada, e não abandonada.

Orbán novamente reiterou a oposição do seu governo a iniciar negociações com a Ucrânia pela sua entrada na UE.

“Corrigir a equivocada promessa (de Bruxelas) para começar negociações (com a Ucrânia pela entrada à UE) também será nossa tarefa porque a Ucrânia está a anos-luz de distância da UE neste momento”, disse Orbán, acrescentando que combateria tentativas da UE de instalar imigrantes na Hungria. 

Viver de Renda

Orbán, em uma disputa com Bruxelas por fundos do bloco congelados por causa de retrocessos democráticos do seu governo, disse esta semana que a estratégia da UE de enviar dinheiro e auxílio militar à Ucrânia fracassou, e que era contra começar negociações com Kiev sobre a sua entrada na UE.  

A Ucrânia, que pediu entrada no bloco dias depois da invasão da Rússia em fevereiro de 2022, vê a candidatura como uma prioridade. A questão de começar negociações com o país estará na agenda da próxima cúpula da UE no próximo mês.

“Resistiremos às ideias malucas dos burocratas de Bruxelas, à invasão dos imigrantes, à propaganda de gênero e resistiremos à ilusão da guerra (na Ucrânia) e à candidatura despreparada da Ucrânia à UE”, disse Orbán ao seu partido, que está no governo desde 2010. 

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Faça parte da rede “O Melhor do Dinheirama” com as melhores análises e notícias

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.