Home Mercados Ibovespa: veja os destaques de hoje; Zamp dispara quase 13%

Ibovespa: veja os destaques de hoje; Zamp dispara quase 13%

Lula disse que o "nervosismo especulativo" em relação ao dólar que tem subido, entre outras razões, por preocupações fiscais -não vai afetar a economia brasileira

por Reuters
3 min leitura

O Ibovespa (IBOV) fechou em alta nesta sexta-feira, confirmando o primeiro ganho semanal desde meados de maio, com o desempenho da sessão ajudado pelo avanço de Localiza (RENT3) e Itaú (ITUB4), assim como Sabesp (SBSP3), na iminência da oferta de ações que privatizará a companhia de saneamento básico do Estado de São Paulo.

Índice de referência do mercado acionário brasileiro, o Ibovespa terminou com elevação de 0,74%, a 121.341,13 pontos, tendo oscilado de 120.061,04 pontos na mínima a 121.580,05 pontos na máxima, acumulando na semana ganho de 1,4%.

O volume financeiro somou 30,3 bilhões de reais.

Para o analista Régis Chinchila, da Terra Investimentos, o Ibovespa descolou de Nova York nesta sessão, em movimento técnico de vencimento de opções sobre ações na bolsa paulista. Em Wall Street, o S&P 500, uma das referências do mercado acionário norte-americano, fechou em queda de 0,16%.

Apesar da alta no acumulado da semana, Chinchila considerou que a semana foi “um pouco mais travada”, com investidores ainda “bem cautelosos com as questões fiscais, troca de presidente do Banco Central e incômodo com alta do dólar que pode pressionar inflação à frente”.

Em entrevista a uma rádio nesta sexta-feira, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que o “nervosismo especulativo” em relação ao dólar que tem subido, entre outras razões, por preocupações fiscais -não vai afetar a economia brasileira. E voltou a criticar o presidente do BC, Roberto Campos Neto.

Na próxima semana, uns dos destaques da agenda local será a ata da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) encerrada na última quarta-feira, em que a Selic foi mantida em 10,50% ao ano, em votação unânime do colegiado. Também em foco estarão o IPCA-15 de junho e o Relatório de Inflação do BC.

Destaques

Localiza (RENT3) valorizou-se 5,22%, tendo de pano de fundo relatório do Bank of America com analistas afirmando que as vantagens competitivas e a forte cultura da empresa permanecem.

Eles acrescentaram que esperam uma rápida recuperação do retorno sobre o capital investido (ROIC) de volta aos níveis históricos, especialmente quando os preços dos automóveis pararem de cair.

Sabesp (SBSP3) subiu 3,87%, diante do lançamento iminente da oferta de ações que privatizará a companhia de saneamento básico do Estado de São Paulo.

A empresa de saneamento Aegea e a Equatorial Energia estão entre os investidores interessados na operação, que terá uma primeira etapa para potenciais acionistas de referência apresentarem suas propostas. A expectativa é de que o anúncio ocorra nesta sexta.

ISA Cteep (TRPL4) avançou 3,89% tendo no radar decreto que vai regular os novos contratos de distribuidoras de energia elétrica.

O índice das empresas de energia elétrica na B3 fechou em alta de 1,27%.

Energisa (ENGI11) ganhou 2,06% também reagindo a dados mostrando que o consumo consolidado de energia elétrica, cativo e livre nas áreas de concessão do grupo cresceu 12,4% em maio ano a ano.

Itaú Unibanco (ITUB4) fechou em alta de 0,58% reforçando o sinal positivo do Ibovespa dada a sua relevante participação no índice, enquanto Bradesco (BBDC4) terminou com decréscimo de 0,08%.

Petrobras (PETR4) valorizou-se 0,6%, cravando a quinta alta seguida, descolando da queda dos preços do petróleo no exterior, onde o barril de Brent fechou negociado com baixa de 0,55%.

O presidente Lula voltou a mostrar disposição de explorar petróleo na chamada Margem Equatorial, mas ressalvou que num primeiro momento o que se deseja é fazer a medição da área, para confirmar se há riqueza a ser explorada.

Vale (VALE3) caiu 0,93%, após os futuros do minério de ferro recuarem na China, em meio a rumores no mercado sobre um limite à produção de aço bruto no principal consumidor da commodity.

O contrato mais negociado na Bolsa de Mercadorias de Dalian encerrou as negociações do dia com queda de 1,7%, a 811,5 iuanes (111,76 dólares) a tonelada, o menor valor desde 17 de junho. Na semana, a queda foi de 1,8%.

CSN (CSNA3) recuou 2,69%, após uma semana de forte valorização, puxada principalmente por decisão do STJ de acatar um recurso da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) para reconhecer o direito dela a uma indenização no valor de cerca de 5 bilhões de reais a ser paga pela Ternium em uma questão referente à entrada desta última na Usiminas.

A Ternium afirmou que irá recorrer da decisão.

Zamp (ZAMP3), que não está no Ibovespa, disparou 12,8%, após o conselho de administração da operadora das redes de fast food Burger King e Popeye’s no Brasil eleger Paulo Sergio de Camargo como novo presidente-executivo da companhia em substituição a Ariel Grunkraut.

Camargo, que liderou a divisão brasileira da Arcos Dourados, operadora da rede de fast food McDonald’s, tomará posse no dia 28 de junho.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.