O deputado relator da comissão especial que analisa o impeachment da Presidente Dilma Rousseff, Jovair Arantes (PTB) deu parecer favorável à continuidade do processo, afirmando ter encontrado “indícios de crime de responsabilidade” por parte da Presidente.

Em entrevista coletiva, o ministro da Advocacia-Geral da União José Eduardo Cardozo, afirmou ser nulo e improcedente o relatório do deputado Jovair Arantes, e disse confiar que os “vícios” e “nulidades” apontados durante a exposição da defesa, sejam corrigidos pelo Congresso Nacional.

O Ministro não descartou ainda a possibilidade de levar o processo para a justiça, para preservar os direitos da Presidente Dilma.

Delação premiada aponta para campanha de Dilma

O ex-presidente da Andrade Gutierrez Otávio Marques de Azevedo e o executivo Flávio Barra, afirmaram em delação premiada na Operação Lava Jato, que a empresa realizou pagamentos de propina em forma de doações legais para as campanhas da Presidente Dilma Rousseff em 2010 e 2014.

De acordo com o jornal Folha de São Paulo, a Andrade Gutierrez entregou planilha que detalha todas as doações que vinculariam os pagamentos à participação da empreiteira em contratos públicos.

A delação premiada ainda não foi homologada, mas a expectativa é que isso aconteça já nos próximos dias.

Doleiro diz ter provas de propina pagas a Cunha

O doleiro Leonardo Meirelles, sócio de doleiro Alberto Yousseff, vai depor hoje (7), como testemunha de acusação no processo por quebra de decoro parlamentar contra o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), no Conselho de Ética da Casa.

De acordo com o jornal O Estado de São Paulo, o doleiro diz ter provas de que o lobista Júlio Camargo transferiu pelo menos US$ 5 milhões em propina para uma conta secreta de Cunha na Suíça. O jornal aponta ainda que o valor se refere a pagamentos pelo peemedebista ter auxiliado empresas coreanas e japonesas a fecharem contratos de navios-sondas com a Petrobrás em 2006 e 2007.

PMDB deverá expulsar deputados que votarem a favor de Dilma

Como último recurso, o PMDB prepara a expulsão dos deputados que não seguirem a determinação da executiva do partido e votarem a favor da continuidade da Presidente Dilma. A definição desta medida será fechada na próxima semana, em reunião da cúpula do partido.

Mantenha sua vida financeira em dia: acompanhe nossos vídeos e se inscreva em nosso canal

Mercado Financeiro

A delação premiada do ex-presidente da Andrade Gutierrez e a divulgação do parecer do relator da comissão especial, favorável à continuidade do processo de impeachment, aumenta a perspectiva de que o impeachment de Dilma aconteça.

De olho no cenário político, o mercado financeiro continua sendo um terreno onde o pequeno investidor deve agir com cautela.

Segundo Roberto Indech, analista de investimentos da corretora Rico, “no cenário externo, a agenda de indicadores é fraca e portanto o mercado deverá focar suas atenções na política nacional, especialmente com o vazamento de informações de delações de executivos da Andrade Gutierrez, citando caixa 2 na campanha presidencial de 2014.”

O Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo, opera às 12h14 em alta de +1,01% a 48.581 pontos, enquanto o dólar opera também em alta de +1,68% negociado a R 3,70.

Foto: Lula Marques/Agência PT/ Fotos Públicas (06/04/2016)

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários