Home Economia e Política Importação de minério de ferro pela China segue alta em abril devido aos preços mais baixos

Importação de minério de ferro pela China segue alta em abril devido aos preços mais baixos

As importações de minério de ferro da China nos primeiros quatro meses de 2024 totalizaram 411,82 milhões de toneladas

por Reuters
0 comentário

As importações de minério de ferro pela China em abril aumentaram 1,1% em relação ao mês anterior, mostraram dados da alfândega nesta quinta-feira, uma vez que os preços mais baixos em março incentivaram alguns compradores a fazer pedidos com volumes maiores, apostando que a demanda e os preços se recuperarão mais tarde.

O maior consumidor de minério de ferro do mundo importou 101,82 milhões de toneladas do principal ingrediente da fabricação de aço no mês passado, segundo dados da Administração Geral de Alfândega.

Esse número foi superior às 100,72 milhões de toneladas em março e às 90,44 milhões de toneladas em abril de 2023.

“O óbvio aumento anual se deve principalmente a um efeito de base baixa, o volume de abril passado foi relativamente baixo, mas como não há grande mudança no consumo diário de minério de ferro entre as siderúrgicas nacionais, as importações em abril permaneceram altas”, disse Pei Hao, analista da corretora internacional Freight Investor Services, com sede em Xangai.

“Na verdade, o segundo trimestre provavelmente também registrará importações comparativamente mais altas em relação aos níveis do ano anterior, após um aumento anual no primeiro trimestre.”

Uma recuperação mais lenta do que o esperado na produção de metais quentes em março pressionou para baixo os preços do minério.

Os preços do minério de ferro no mercado transoceânico ficaram em média em 109,7 dólares por tonelada em março, 12% abaixo de fevereiro e 14,6% abaixo da média de março de 2023, respectivamente, segundo dados da consultoria Steelhome.

As importações de minério de ferro da China nos primeiros quatro meses de 2024 totalizaram 411,82 milhões de toneladas, um aumento de 7,2% em relação ao mesmo período de 2023, segundo os dados.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Assine a newsletter “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.