Home Economia e Política Importação de petróleo pela China aumenta com recuperação em viagens e manufatura

Importação de petróleo pela China aumenta com recuperação em viagens e manufatura

Na semana passada, as autoridades chinesas emitiram um quarto lote de cotas de importação de óleo bruto para 2023, elevando o volume do ano para 203,64 milhões de toneladas

por Reuters
0 comentário
Petroleiro

As importações de petróleo pela China em setembro cresceram quase 14% em relação ao ano anterior, uma vez que as refinarias aumentaram as compras antes do período de viagens da Golden Week e os indicadores de produção industrial melhoraram.

Os desembarques no mês passado no maior importador de petróleo do mundo foram de 45,74 milhões de toneladas métricas, ou 11,13 milhões de barris por dia (bpd), segundo dados da Administração Geral de Alfândega.

Os números de setembro dão continuidade a uma tendência observada em 2023, com as importações excedendo os níveis de 2022, quando a economia da China foi prejudicada por restrições generalizadas à pandemia.

No acumulado do ano, as importações aumentaram 14,6% em relação ao ano anterior, para 424,27 milhões de toneladas, ou 11,34 milhões de bpd.

No entanto, os níveis de setembro diminuíram cerca de 10,5% em termos de bpd em relação ao volume de agosto de 12,4 milhões de bpd, que foi o terceiro maior já registrado.

“O declínio mês a mês nas importações de petróleo bruto em setembro é decorrente principalmente pelos volumes sauditas e russos, uma vez que as principais petrolíferas cortaram as nominações sauditas e aceleraram a desestocagem de óleo bruto, enquanto as refinarias ‘teapot’ continuam se afastando do petróleo russo”, disse Emma Li, analista dos mercados de petróleo da China na Vortexa, em Cingapura.

As sólidas importações no mês passado vieram antes de um aumento esperado na demanda por combustível para transporte durante o feriado da Golden Week, que ocorreu do final de setembro até a primeira semana de outubro.

Os viajantes durante a Golden Week fizeram 826 milhões de viagens dentro da China continental, um aumento de 71,3% em relação ao ano anterior e 4,1% a mais do que em 2019, de acordo com dados divulgados pela mídia estatal Xinhua.

As viagens internacionais durante a Golden Week, embora inferiores às estimativas iniciais do governo, impulsionaram ainda mais a demanda, atingindo 85% dos níveis pré-pandêmicos.

A atividade industrial da China também se recuperou em setembro, sugerindo que o sentimento econômico negativo de uma recuperação pandêmica abaixo do esperado pode ter chegado ao fundo do poço. O PMI do setor industrial de setembro subiu para 50,2, acima do nível de 50 pontos que separa uma contração da atividade de uma expansão.

Na semana passada, as autoridades chinesas emitiram um quarto lote de cotas de importação de óleo bruto para 2023, elevando o volume do ano para 203,64 milhões de toneladas, um aumento de 14% em relação a 2022.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Mail Dinheirama

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.