Viver de Renda
Home Carreira Indicador antecedente de emprego do Brasil engata nova queda em setembro, diz FGV

Indicador antecedente de emprego do Brasil engata nova queda em setembro, diz FGV

"A trajetória do indicador ao longo do ano é positiva, mas sua retomada vem perdendo força", explicou em nota a FGV

por Reuters
0 comentário
"A trajetória do indicador ao longo do ano é positiva, mas sua retomada vem perdendo força", explicou em nota a FGV

O Indicador Antecedente de Emprego do Brasil caiu em setembro pela segunda vez consecutiva e atingiu o nível mais baixo em quatro meses, informou nesta quarta-feira a Fundação Getulio Vargas (FGV).

O IAEmp, que antecipa os rumos do mercado de trabalho no Brasil, recuou 0,5 ponto no mês passado, a 76,4 pontos, mínima desde maio deste ano (74,6).

“A trajetória do indicador ao longo do ano é positiva, mas sua retomada vem perdendo força”, explicou em nota Rodolpho Tobler, economista da FGV Ibre.

Viver de Renda

“A desaceleração econômica, especialmente em atividades intensivas no fator trabalho, contribui para esse ritmo mais fraco do indicador, que deve permanecer assim até que elas reajam de maneira mais efetiva.”

Dados econômicos domésticos têm surpreendido positivamente este ano, com o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) dos dois primeiros trimestres ficando bem acima do esperado. No entanto, a expectativa é de desaceleração da economia ao longo dos próximos meses, conforme o país continua a sentir os efeitos defasados da política monetária restritiva do Banco Central.

Embora a autarquia tenha finalmente cortado a taxa Selic, adotando duas reduções consecutivas de 0,50 ponto percentual, a 12,75%, a expectativa é de que os juros sigam em patamar restritivo à economia por algum tempo.

Veja o documento

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Faça parte da rede “O Melhor do Dinheirama” com as melhores análises e notícias

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.