A inflação tem impactos reais no nosso dia a dia. Altera hábitos, relações de consumo, comportamentos e até a cultura de muitas pessoas. Todos estamos preocupados com o atual cenário de inflação, nesse momento a maioria dos analistas e economistas trabalham com projeção de mais de 9% para 2015.

Se o dragão inflacionário parece ter acordado, sua força está muito longe da situação em que vivíamos décadas atrás, para se ter uma ideia em 1993, a variação anual chegava a absurdos 2.477%, fazendo com que as pessoas fossem obrigadas a comprar rapidamente tudo o que podiam ao receber o salário e estocar.

Inflação, como se proteger e investir

O tema é pra lá de importante, inflação em alta fez com que a equipe econômica do governo mudasse algumas e importantes decisões, os juros (taxa Selic) que começaram o primeiro mandato da Presidente Dilma em queda, voltaram a subir e hoje estão na casa de 14,25% ao ano. Muita gente ainda acredita que até o final do ano pelo menos um novo reajuste aconteça.

Para tratar desse assunto, convidamos Habib Nascif Sócio Diretor da Órama, para gravar um vídeo especial sobre o tema. Habib, conta um pouco do histórico de inflação do Brasil e a importância do tema no atual cenário econômico do país, mostrando as melhores oportunidades de investimento que garantam proteção e bons retornos.

Assista:

Uma coisa é certa: temos sempre que ficar atentos à inflação e como podemos nos proteger dela. Investir em fundos de inflação, como o Órama Inflação (Clique e saiba mais detalhes), são oportunidades que não podem ser desperdiçadas.

Comece agora a mudar os rumos da sua vida financeira, saia da defensiva e se torne um investidor que entende as dificuldades do atual cenário, mas que acima de tudo sabe aproveitar as oportunidades que surgem apenas em períodos de crise.

Até a próxima!

Nota: Esta coluna é mantida pela Órama, que contribui para que os leitores do Dinheirama possam ter acesso a conteúdo gratuito de qualidade.

Foto: Touchscreen with financial data, Shutterstock.

Parceiro de Conteúdo
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários