Informação: faça bom uso na hora de empreenderÉ muito comum encontrar pessoas que têm vontade de abrir o seu próprio negócio, mas não sabem nem como começar. Ou então, aqueles que se aventuraram no sonho de seu empreendimento e hoje se vêem com problemas. Para iniciar o seu empreendimento, é preciso informação, mas acima de tudo muita força de vontade.

O mais importante é dar o “primeiro passo”, e a partir dai aprender com a realidade de cada dia, de forma sempre flexível e preparado mentalmente para agir quando preciso. Contudo, hoje vamos deixar de lado assuntos motivacionais da aventura de empreender[bb] e vamos partir para a informação, aspecto tão importante no desenvolvimento de negócios.

Fiz algumas pesquisas e selecionei alguns pontos que podem ajudá-lo a se preparar para abrir sua empresa ou a desenvolver o seu negócio já iniciado. Aproveite!

Órgãos de informação e de apoio
Há algumas organizações que fornecem informações, serviços e até mesmo financiamentos. Selecionei uma lista, a partir de consultas a livros e sites, que contêm algumas dessas iniciativas – mas, saiba, não são as únicas. Portanto, informe-se e descubra aquela que melhor pode ajudá-lo:

  • SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) – www.sebrae.com.br – Oferece informações e esclarecimento a respeito da abertura legal de um negócio e inúmeros outros serviços, inclusive alguns cursos de preparação para quem quer começar a empreender.
  • Instituto Empreender Endeavorwww.endeavor.org.br – Atua como agente facilitador do desenvolvimento de empreendedores. Tem uma extensa carteira de serviços que inclui orientação, treinamento e avaliação de planos de negócios, entre outros.
  • Empresa Júnior – é uma associação civil, sem fins econômicos, constituída e gerida exclusivamente por alunos de graduação de estabelecimentos de ensino superior, que presta serviços e desenvolve projetos para empresas, entidades e sociedade em geral, nas suas áreas de atuação, sob a orientação de professores e profissionais especializados. Acesse a lista com a relação das federações de empresas juniores de cada estado e encontre uma que possa lhe auxiliar na sua região.
  • Simpiwww.simpi.com.br – Sindicato da Micro e Pequena Indústria do Estado de São Paulo. Oferece o serviço Empresa Aberta, que tem o objetivo de disponibilizar ao micro e pequeno empresário, a baixo custo, uma forma rápida de tornar operacional seu próprio negócio. O Simpi também tem a Unicash – Sociedade de Crédito ao Microempreendedor.
  • FINEP (Financiadora de Estudos e Projetos) – www.finep.gov.br – Empresa pública vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnologia. Concede financiamentos reembolsáveis e não reembolsáveis – destinados a instituições sem fins lucrativos – e apóia a incubação de empresas de base tecnológica, a implantação de parques tecnológicos, a estruturação e consolidação dos processos de pesquisa, o desenvolvimento e a inovação em empresas já estabelecidas e o desenvolvimento de mercados.
  • SBA (Small Business Administration) – www.sba.gov – Órgão do governo norte-americano de apoio a empresas de pequeno porte. Fornece orientações a empreendedores e modelos de planos de negócios. Apesar de voltado para o empreendedorismo nos Estados Unidos, suas ferramentas têm aplicação universal. Tem versão em espanhol.
  • Dinheirama: Blog de Finanças Pessoais, Empreendedorismo, Economia e Educação Financeira, em que os assuntos são tratados de forma natural e enriquecedora – www.dinheirama.com – Não deixe de conversar conosco sobre suas dúvidas e sobre seus pensamentos e impressões acerca da abertura ou da gestão de sua empresa.

Que tal sugerir algum nome para aumentarmos essa lista? Aguardo o seu comentário. Um abraço.

Livro utilizado como uma das fontes: “Administração para Empreendedores”, de Antonio Cesar Amaru Maximiano (Pearson Prentice Hall, 2006). Crédito da foto para stock.xchng.

Avatar
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários