Home Empresas Intel recua na bolsa com receio por limite da China a chips dos EUA

Intel recua na bolsa com receio por limite da China a chips dos EUA

A Microsoft, cujas ações caíam cerca de meio por cento nas negociações pré-mercado, não separa sua receita da China

por Reuters
0 comentário

Intel (INTC) caíam mais de 2% nesta segunda-feira, depois de uma reportagem que afirma que a China limitará o uso de chips de empresas estrangeiras em computadores do governo.

O Financial Times publicou no fim de semana que a China criou diretrizes para eliminar gradualmente os chips norte-americanos e também quer deixar de lado o sistema operacional Windows, da Microsoft (MSFTMSFT34), e software de banco de dados criado no exterior em favor de opções nacionais.

Pequim tem tentado reduzir sua dependência de empresas estrangeiras, desenvolvendo seu setor local de semicondutores, enquanto enfrenta restrições de exportação dos EUA sobre tecnologia, incluindo chips de última geração.

A mais recente medida pode afetar as empresas de chips dos EUA, já que a China foi o maior mercado da Intel em 2023, com 27% da receita, enquanto a AMD obteve cerca de 15% de suas vendas no país.

A Microsoft, cujas ações caíam cerca de meio por cento nas negociações pré-mercado, não separa sua receita da China.

“A interrupção total das compras governamentais de CPUs da Intel e da AMD na China pode afetar a receita em no mínimo um dígito”, disse Stacy Rasgon, analista da Bernstein, prevendo um impacto de até 1,5 bilhão de dólares para a Intel e algumas centenas de milhões de dólares para a AMD, cujas ações operavam perto da estabilidade nesta segunda-feira.

Intel, AMD e Microsoft não comentaram o assunto.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.