Investimento Anjo: Quando o dinheiro encontra o talentoPouca gente sabe, mas o trabalho de um investidor anjo é silencioso no apoio a pequenos negócios, ao empreendedorismo, na mentoria, no aconselhamento, no fornecimento de infraestrutura e suporte, no networking e, quando é possível, no investimento financeiro.

É um tipo de atividade intangível, pois são negócios inovadores e geralmente na web, ou seja, de difícil compreensão e medição, por atuarem no meio digital. Os empresários tradicionais que não conhecem esta atividade, ainda indagam este tipo de investimento: “Mas onde está o dinheiro de verdade?”, “Não confio nessa molecada!” e “Só vejo blá-blá-blá” são frases que ouço com frequência.

O que os empresários tradicionais falam não deixa de fazer sentido, especialmente quando perguntam sobre o “dinheiro de verdade”, por duas razões: a primeira é porque geralmente se investe muito pouco nesses negócios para apoiar o desenvolvimento no estágio inicial e a segunda é porque muitos demoram a decolar ou a retornar o investimento aplicado.

Mas a verdade é que tenho aprendido muito nestes anos como investidor anjo, uma atividade complementar ao meu trabalho de CEO da plataforma Show de Ingressos, escritor e palestrante. Eu também sempre fui empreendedor de vários negócios (de alguns sucessos e de muitos fracassos) e nunca tive ninguém (em um nível superior) para me apoiar em nenhum sentido.

Essa experiência de empreendedor serial “bootstraping” (de fazer negócios sem investimentos de terceiros, investir recursos próprios e limitados ou usando a geração de caixa do negócio. Pois é, de fazer tudo sozinho), vale muito para a minha assertividade na escolha dos projetos que apoio e que vou apoiar.

Mas nem tudo são flores. Conheço vários “investidores anjos” ou “aceleradores” que já cansaram de colocar sua experiência, inteligência e dinheiro e perderem tempo por terem investido nos empreendedores errados. Sim, porque muitas vezes o projeto é bom, mas as pessoas que tocam, nem tanto.

Com todo esse movimento, a boa notícia é que hoje sou procurado por empresários, profissionais liberais, consultores que já entendem como tudo funciona (o intangível), todos interessados em apoiar, participar e investir recursos em projetos e negócios que possam escalar e fazer sentido para o mercado.

Um exemplo bem prático á a comunidade Anjos do Brasil, onde pessoas físicas se reúnem em grupo para conhecerem projetos, se relacionarem e investirem juntos ou separadamente em projetos inovadores no Brasil. Enfim, é uma união de fatores que, devidamente equilibrados, podem fazer um projeto ter sucesso e alcançar voos muito maiores – e, claro, ganhar dinheiro.

Neste sentido, sem desmerecer os outros projetos que participo de forma direta e indireta, como o Crowd.mobi, Cordel, Diymoob, iShelf, DoItY, eConf, entre outros, quero aqui enaltecer o negócio Hand Talk – http://www.handtalk.com.br -, que acaba de ganhar, entre ótimos projetos de 160 Países, o prêmio de melhor solução de inclusão social do mundo no evento da ONU, o WSA – World Summit Award Mobile, em Abu Dhabi nos Emirados Árabes Unidos.

Não se trata apenas de um prêmio qualquer (o Hand Talk já ganhou vários no Brasil), mas de uma notoriedade mundial que coloca a startup em destaque e na condição de vender seus serviços e ser contratada por vários governos e empresas de países da Europa, Oriente Médio e Ásia. Além disso, mais do que ganhar dinheiro com a inovação, é gratificante saber que estaremos ajudando milhões de pessoas, de várias partes do mundo, a se comunicarem de forma digna.

Apenas para termos noção da importância e o do destaque da participação dos anjos no empreendedorismo, semana que vem estaremos participando, a convite da comunidade mundial MobileMonday e do Grupo Anjos do Brasil, do maior evento de MOBILE do mundo, o MWC 2013 (Mobile World Congress) em Barcelona, na Espanha.

Vamos até lá palestrar sobre o cenário empreendedor de inovação no Brasil e, claro, mostrar o case Hand Talk e o Crowd.mobi nos painéis “Where the Money Meets the Talent” e “The Founders Innovation Showcase”. Será mais uma oportunidade de enaltercer os projetos e startups brasileiras, além de mostrar o cenário inovador de oportunidades e investimentos no Brasil.

Tudo isso para dizer que ser investidor anjo é como ser o patrocinador de um sonho. Viva a inovação e o empreendedorismo no Brasil. Até mais!

Foto de freedigitalphotos.net.

João Kepler
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários