Cada vez mais pessoas estão interessadas em saber sobre empreendedorismo no Brasil, fato que é extremamente interessante e salutar para um país que precisa de pessoas dispostas a crescer e transformar sua própria realidade – o que então transforma a realidade da nação.

Felizmente, muitos eventos estão acontecendo durante o ano para fomentar e despertar o interesse das pessoas sobre o assunto. Participam do evento profissionais com experiência e que constroem essa nova era do empreendedorismo nacional com muita intensidade e comprometimento.

Um dos eventos que aconteceu há pouco tempo, o Demo Brasil, contou com a participação do João Kepler, investidor-anjo bastante ativo e conhecido, empresário e colunista do Dinheirama. Kepler foi palestrante do evento com o tema “Por que investir em Startups?”.

A palestra abordou temas fundamentais para quem tem intenção de avaliar o investimento anjo e também para pessoas que nunca tiveram essa perspectiva, além de compartilhar dicas importantes para empreendedores que buscam experiência de negócios e suporte de investidores. Investir em startups pode ser uma boa decisão.

Assista à palestra abaixo:

O setor de tecnologia é um setor extremamente promissor e parece ser o celeiro de novos e diferentes empreendedores brasileiros. O investidor-anjo, mais do que alguém que fomenta o negócio com seu capital, precisa ser alguém disposto a crescer junto com o negócio.

Se você gosta da ideia de empreender e tem objetivos concretos de crescimento para o futuro, pode considerar essa opção. O próprio Kepler oferece mais informação sobre isso aqui: Por que o investimento anjo é um bom negócio? Obrigado e até a próxima!

Foto “Startup”, Shutterstock.

Igor Oliveira
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários