Temos recebido muitos e-mails de leitores questionando sobre a possibilidade de investir no exterior. Para conhecer mais sobre o assunto, recorremos à ajuda de Sandra Blanco, Consultora de Investimentos da Órama, que aceitou gravar um vídeo com a sua opinião sobre o tema.

Em uma breve conversa, a Sandra, com muita propriedade e experiência conquistada ao longo de 20 anos no mercado, mostrou amplo conhecimento sobre o assunto e, para nossa surpresa, apontou uma série de razões que mostram que para o perfil da maioria dos brasileiros é muito mais “negócio” investir aqui mesmo no Brasil, mas do jeito certo.

A partir dessa experiência, pedimos que a Sandra gravasse um vídeo especial para o Dinheirama. Dessa forma, você também terá acesso ao conhecimento dela e será capaz de tomar as melhores decisões em relação ao seu dinheiro, levando em consideração diversos aspectos, inclusive os fiscais.

Investir no exterior é uma boa estratégia?

Assista ao vídeo, com a tradicional abordagem didática e cheia de exemplos:

É provável que os argumentos da Sandra tenham feito você pensar em outras estratégias de investimento. Durante o vídeo, ela mencionou alguns investimentos interessantes, que talvez você queira maiores informações. Tomamos a liberdade de relacioná-los, caso deseje conhecer um pouco mais sobre o assunto:

Lembre-se ainda que a Sandra se dispõe a conversar com você para esclarecer todas as suas dúvidas. Para isso, basta acessar o site da Órama e usar o espaço “Fale com a Sandra”, tudo muito simples e totalmente gratuito. Bons investimentos e até a próxima.

Nota: Esta coluna é mantida pela Órama, que contribui para que os leitores do Dinheirama possam ter acesso a conteúdo gratuito de qualidade.

Foto “Invest worldwide”, Shutterstock.

Parceiro de Conteúdo
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários