Home Comprar ou Vender Iochpe-Maxion: Ágora corta recomendação por greve nos EUA

Iochpe-Maxion: Ágora corta recomendação por greve nos EUA

As estimativas de Ebitda para 2023 e 2024 foram revisadas para baixo em 16% e 7%, respectivamente

por Gustavo Kahil
0 comentário
Iochpe-Maxion

A Ágora Investimentos cortou a recomendação e o preço-alvo para as ações da Iochpe-Maxion (MYPK3) após avaliar os efeitos das greves das montadoras nos EUA e da menor produção de veículos no Brasil.

“As margens podem continuar a ser impactadas por uma combinação de baixa produção persistente de veículos no Brasil e pela greve dos United Auto Workers nos Estados Unidos”, explicam os analistas Victor Mizusaki e Renato Chanes

A recomendação foi cortada de compra para neutra. O preço-alvo foi reduzido de R$ 16, para 2023, a R$ 15, com o objetivo para 2024.

As estimativas de Ebitda para 2023 e 2024 foram revisadas para baixo em 16% e 7%, respectivamente.

Greve

Na última sexta-feira, o presidente do UAW, Shawn Fain, disse que os trabalhadores do sindicato paralisarão seus trabalhos em mais uma fábrica da General Motors e da Ford, enquanto a primeira greve simultânea contra as três principais montadoras norte-americanas entra em sua terceira semana.

A greve será expandida para a fábrica de montagem da Ford em Chicago e para a fábrica de montagem da GM em Lansing, no Estado de Michigan, abrangendo cerca de 7.000 trabalhadores, disse Fain em um anúncio, elevando o número total de trabalhadores nas linhas de piquete para 25 mil. A greve não incluirá nenhum funcionário adicional da Stellantis.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Mail Dinheirama

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.