Home Economia e Política IPCA-15 de novembro registra variação de 0,33%

IPCA-15 de novembro registra variação de 0,33%

O grupo Alimentação e Bebidas foi o principal impulsionador, registrando a maior variação (0,82%) e impacto (0,17 p.p.)

por Redação Dinheirama
0 comentário
Supermercados

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) de novembro apresentou uma variação de 0,33%, superando em 0,12 ponto percentual o resultado de outubro (0,21%).

No acumulado do ano, o índice registra alta de 4,30%, enquanto nos últimos 12 meses, a variação é de 4,84%, abaixo dos 5,05% do mesmo período anterior.

O grupo Alimentação e Bebidas foi o principal impulsionador, registrando a maior variação (0,82%) e impacto (0,17 p.p.).

Cenário por grupos e variações

Dos nove grupos pesquisados, oito apresentaram alta em novembro, sendo Alimentação e Bebidas (0,82%), Despesas Pessoais (0,52%) e Transportes (0,18%) os mais destacados. Em contrapartida, o grupo Comunicação (-0,22%) registrou queda pelo terceiro mês consecutivo. As variações ficaram entre 0,03% de Educação e 0,55% de Vestuário.

Destaques nos grupos

No grupo Alimentação e Bebidas, a alimentação no domicílio subiu 1,06%, impulsionada por itens como cebola, batata-inglesa, arroz, frutas e carnes. Por outro lado, alguns produtos, como feijão-carioca e leite longa vida, registraram queda. Já a alimentação fora do domicílio teve variação de 0,22%, mantendo-se estável em relação ao mês anterior.

No grupo Despesas Pessoais, destacaram-se as altas nos itens pacote turístico, hospedagem e serviço bancário. Em Transportes, a passagem aérea teve uma significativa elevação de 19,03%, sendo o principal impacto individual no índice do mês.

Influências regionais e variação geográfica

Nove áreas tiveram alta em novembro, com Brasília registrando a maior variação (0,61%), influenciada pela passagem aérea e energia elétrica residencial. Em contrapartida, Salvador apresentou o menor resultado (-0,12%), com a queda nos preços da gasolina.

Metodologia e abrangência

O IPCA-15 abrange famílias com rendimento de 1 a 40 salários-mínimos e inclui regiões metropolitanas e municípios específicos. Os preços foram coletados entre 14 de outubro e 14 de novembro, e a metodologia é semelhante à do IPCA, diferenciando-se no período de coleta e na abrangência geográfica.

Esses números refletem a dinâmica inflacionária no país e podem influenciar as expectativas econômicas e políticas para os próximos meses.

Veja o documento

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Mail Dinheirama

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.