Home Economia e Política IPCA-15 sobe 0,39% em junho, diz IBGE

IPCA-15 sobe 0,39% em junho, diz IBGE

Pesquisa da Reuters com economistas estimava alta de 0,45 por cento para o período

por Reuters
3 min leitura

A alta do IPCA-15 desacelerou inesperadamente em junho, mas ainda assim a taxa em 12 meses voltou a ficar acima de 4%, no momento em que o Banco Central interrompeu o afrouxamento monet√°rio

Em junho, o √ćndice Nacional de Pre√ßos ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15) teve alta de 0,39% em rela√ß√£o ao m√™s anterior, quando avan√ßou 0,44%.

O dado divulgado nesta quarta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) ficou abaixo da expectativa em pesquisa da Reuters de alta de 0,45%.

No entanto, apesar do alívio mensal, a taxa nos 12 meses até junho passou a avançar 4,06%, de 3,70% em maio e expectativa de 4,12%.

Assim, volta a superar a marca de 4% depois de dois meses. A meta para a inflação em 2024 é de 3,0%, com margem de 1,5 ponto percentual para mais ou menos, medida pelo IPCA.

“Em resumo, o resultado (do IPCA-15) n√£o empolga nem preocupa. O processo desinflacion√°rio indica encontrar uma resist√™ncia nesse momento, mas sem sinais alarmantes de que reverter√° esse processo no curto prazo”, disse Andr√© Val√©rio, economista-s√™nior do Inter.

Segundo o IBGE, a maior variação e o maior impacto foram registrados pelo grupo Alimentação e Bebidas, com alta de 0,98% nos preços.

A alimentação no domicílio acelerou a alta a 1,13% em junho, de 0,22% em maio, com aumentos nos custos da batata inglesa (24,18%), do leite longa vida (8,84%), do arroz (4,20%) e do tomate (6,32%). Na outra ponta, destacaram-se as quedas do feijão carioca (-4,69%), da cebola (-2,52%) e das frutas (-2,28%).

C√©sar Garritano, economista-chefe da SOMMA Investimentos, diz que esses movimentos refletem parcialmente press√Ķes decorrentes da trag√©dia do Rio Grande do Sul e da alta das commodities.

A alta dos custos de Habita√ß√£o acelerou a 0,63% no m√™s, de 0,25% em maio, mas o aumento dos pre√ßos de Sa√ļde e cuidados pessoais mostrou al√≠vio a 0,57% em junho, de 1,07%.

Apenas o grupo dos Transportes e o de Artigos de residência tiveram queda nos preços, respectivamente de 0,23% e 0,01%.

O Banco Central decidiu na semana passada manter a taxa b√°sica de juros Selic em 10,50% ao ano, em decis√£o un√Ęnime de sua diretoria para interromper o ciclo de afrouxamento monet√°rio iniciado em agosto do ano passado.

“Quando olhamos diferentes m√©tricas, boa parte tem oscilado pr√≥ximo √† meta de 3,0% na m√©dia dos √ļltimos 3 meses. A principal exce√ß√£o fica com os itens mais sens√≠veis √† for√ßa da economia e, portanto, relevantes para o Copom, que t√™m oscilado ao redor de 5%”, destacou Igor Cadilhac, economista do PicPay.

“Dito isso, aos olhos dos juros, fica claro que o nosso desafio n√£o √© a infla√ß√£o corrente, mas as expectativas √† frente.”

A autoridade monet√°ria j√° vinha destacando a press√£o sobre os pre√ßos do mercado de trabalho apertado e aumento da renda, o que favorece o consumo. No comunicado da decis√£o, o BC avaliou que a infla√ß√£o ao consumidor tem apresentado trajet√≥ria de queda, enquanto medidas de infla√ß√£o subjacente, que desconsideram itens mais vol√°teis, ficaram acima da meta de infla√ß√£o nas divulga√ß√Ķes mais recentes.

Na terça-feira, a ata do encontro do Comitê de Política Monetária (Copom) apontou que a reancoragem das expectativas de inflação é vista pela diretoria do BC como elemento essencial para assegurar a convergência da inflação para a meta.

Pesquisa Focus divulgada na segunda-feira pelo Banco Central junto ao mercado mostra que a expectativa do mercado é de que o IPCA encerre este ano com alta acumulada de 3,98%, com a Selic a 10,5%.

O Dinheirama √© o melhor portal de conte√ļdo para voc√™ que precisa aprender finan√ßas, mas nunca teve facilidade com os n√ļmeros.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informa√ß√£o e atesta a apura√ß√£o de todo o conte√ļdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que n√£o faz qualquer tipo de recomenda√ß√£o de investimento, n√£o se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.