Viver de Renda
Viver de Renda
Home Economia e Política IPCA de janeiro foi “qualitativamente bem pior”, diz economista

IPCA de janeiro foi “qualitativamente bem pior”, diz economista

No entanto, o economista avalia que, apesar de desfavorável, o dado do IPCA de janeiro não altera significativamente o plano de voo do Copom

por Rafael Borges
0 comentário

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de janeiro apresentou uma variação de 0,42%, superando as expectativas do mercado, conforme apontado pelo economista Étore Sanchez da Ativa Investimentos.

Em sua análise, Sanchez destaca que essa surpresa foi notada em diversos subitens, como “hospedagem”, “cuidados pessoais”, “conserto de automóveis” e “vestuário”, onde os desvios foram cerca de 2bps acima do esperado.

“Nessa história de pontos para cima ponto para baixo, uma boa síntese é afirmar que o IPCA desse mês mostrou-se qualitativamente bem pior do que o headline pode sugerir”, destaca Sanchez.

Ele ressalta que, apesar das projeções indicarem uma média dos núcleos variando +0,29%, a alta observada foi de +0,41%, e nos serviços, projetava-se uma deflação de 0,08%, mas observou-se um aumento de 0,02%, sendo que os serviços subjacentes avançaram +0,76% ante a perspectiva de +0,65%.

Viver de Renda

No entanto, mesmo diante desses números, Sanchez afirma que as expectativas em relação a uma eventual aceleração do corte de juros pelo Copom não se concretizaram. Ele pondera: “Resta saber se o resultado foi ruim o suficiente para gerar maiores receios à continuidade do ritmo de -50bps para a condução da Selic.” No entanto, o economista avalia que, apesar de desfavorável, o dado do IPCA de janeiro não altera significativamente o plano de voo do Copom.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Faça parte da rede “O Melhor do Dinheirama” com as melhores análises e notícias

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.