Home Empresas Itaú Unibanco recebe sinal verde do Cade para assumir controle da corretora Avenue

Itaú Unibanco recebe sinal verde do Cade para assumir controle da corretora Avenue

Banco anunciou em julho do ano passado a aquisição de 35% da Avenue por 493 milhões de reais

por Reuters
0 comentário

O Itaú Unibanco (ITUB4) recebeu recomendação favorável da Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para assumir o controle da corretora Avenue, focada em investimentos em mercados internacionais, segundo despacho no Diário Oficial da União desta sexta-feira.

O Itaú Unibanco anunciou em julho do ano passado a aquisição de 35% da Avenue por 493 milhões de reais, e disse que compraria uma fatia adicional de 15,1%, virando controlador da corretora, dentro de dois anos após o fechamento da operação, em valor a ser definido.

No entanto, já no final de agosto deste ano o Itaú pediu ao Cade para que aprovasse a tomada de controle.

Acordo

Em documento enviado ao Cade, as partes dizem que houve uma revisão do acordo de acionistas, e o Itaú passaria agora a deter o controle.

O Cade já havia autorizado a compra de fatia na Avenue, mas o aval só valia para a aquisição de 35%, não para o controle.

O valor da compra adicional de fatia não está público no processo do Cade.

A recomendação da superintendência se torna aprovação definitiva caso não haja interposição de recursos ou avocação.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.