Home Agronegócio Lavouras da Ucrânia saem ilesas após geada, diz meteorologista

Lavouras da Ucrânia saem ilesas após geada, diz meteorologista

As geadas danificaram as plantações de trigo, cevada, colza e ervilha, disseram os cientistas, acrescentando que 20% a 30% da produção poderia ser perdida

por Reuters
0 comentário

As recentes geadas no leste, no norte e no centro da Ucrânia não causaram danos significativos às plantações de grãos e oleaginosas, informou um meteorologista do governo ucraniano nesta terça-feira.

A Ucrânia sofreu várias ondas de geada entre 1º e 16 de maio, disse Tetiana Adamenko, chefe do departamento de agricultura do órgão de meteorologia, acrescentando que as geadas de maio são uma ocorrência comum.

“Há alguns danos às primeiras mudas de milho e girassol, mas são todos muito localizados. Até o momento, não temos informações de que as plantações tenham morrido”, disse Adamenko.

Na segunda-feira, a consultoria ucraniana APK-Inform citou cientistas agrícolas dizendo que as recentes geadas severas nas regiões norte e leste da Ucrânia poderiam reduzir a colheita de grãos e sementes oleaginosas deste ano.

As geadas danificaram as plantações de trigo, cevada, colza e ervilha, disseram os cientistas, acrescentando que 20% a 30% da produção poderia ser perdida.

Adamenko, no entanto, diz que a geada foi insignificante e não poderia ter matado as plantas.

“O trigo e outros cereais são culturas tolerantes à geada e devem ser capazes de enfrentar pequenas geadas”, disse ela. “Para que a planta morra, a temperatura deve cair abaixo de 9 graus Celsius, o que não aconteceu.”

Adamenko disse que a situação na Ucrânia era muito melhor do que na Rússia, onde a geada danificou áreas significativas.

Um regime de emergência permanece em vigor em uma dúzia de regiões russas, com o Ministério da Agricultura da Rússia estimando que 900.000 hectares precisam ser replantados, o que equivale a cerca de 1% da área total de cultivo.

O Ministério da Agricultura da Ucrânia disse na segunda-feira que sua previsão de safra permaneceu inalterada, mas poderá ser revisada em junho. O ministério previu a colheita combinada de oleaginosas e grãos para 2024 em 74 milhões de toneladas, abaixo dos 82 milhões de toneladas do ano passado.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.