Livro - Guia Valor Econômico de Investimentos em AçõesLivro: Guia Valor de Investimentos em Ações
Autores: Mara Luquet e Nelson Rocco
Editora: Globo
Páginas: 148
Preço: R$ 33,00
Livro 100% nacional!

Simples, direto e acessível
Assim costumo definir o “Guia Valor de Investimentos em Ações”, uma iniciativa do jornal Valor Econômico e da Editora Globo. Com a costumeira didática, Mara Luquet e Nelson Rocco nos levam em uma intensa viagem diante do mercado acionário, seus aspectos práticos e tributários. Baseando suas explicações em perguntas aparentemente comuns, os autores conseguem transformar o livro em uma rica fonte de consulta para os investidores iniciantes. Os assuntos vão desde o básico sobre mercado, ações e empresas até o uso das ações como forma de acumulação de patrimônio para o longo prazo, passando pela análise de balanços, valuation, cenário internacional e reguladores de mercado.

O mercado de ações
O primeiro capítulo do livro dedica-se a explorar o mercado acionário brasileiro, com especial foco nos principais conceitos técnicos desta modalidade de investimento. Aqui, aprende-se a diferença entre ações ordinárias (ON) e preferenciais (PN), o que são units e porquê elas existem, como funciona o índice Ibovespa, o que são dividendos, o que representa o dividend yield, qual o papel da Bovespa e da CBLC, o que são clubes de investimento, o que são futuros e muitas outras coisas. Fica fácil situar-se diante das muitas faces do mercado e motivar-se para seguir adiante.

Como avaliar uma empresa
Para se dar bem no mercado de ações, é fundamental entender o funcionamento de uma empresa aberta e saber avaliar seus potenciais financeiros e operacionais. O segundo capítulo detalha os principais índices para análise de resultados e demonstrações financeiras, traçando caminhos para precificar as ações e mensurar o desempenho das companhias listas na Bolsa. Assuntos como endividamento, balanço patrimonial, índice preço/lucro, demonstração de resultados e lucro/prejuizo são abordados de forma prática e descomplicada, embora não tão aprofundada.

Análises de ativos financeiros
Neste capítulo, o livro entra nos detalhes das metodologias usadas para precificar um ativo ou uma ação. As análises fundamentalista e técnica são abordadas de forma imparcial, como escolas puramente complementares. Partindo para o lado real da precificação, os autores nos brindam com exemplos de fluxo de caixa descontado, análise quantitativa e relação entre valor de mercado e EBITDA (lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização, ou simplesmente geração bruta de caixa). O caso Enron também é descrito de forma brilhante.

O mercado internacional
Pouca gente sabe que existe a possibilidade de investir dinheiro em ações e empresas fora do nosso país. Este capítulo traz informações importantes sobre este cenário e dicas para que nós, investidores, possamos aproveitar algumas oportunidades no exterior. O aspecto teórico da negociação não é muito diferente, embora algumas características dos mercados mudem bastante. Veja algumas perguntas que são respondidas nesta parte do livro:

  • Como comprar ações no exterior?
  • Ter conta no exterior é ilegal?
  • O que é Dow Jones?
  • Como remeter meu dinheiro para operações no exterior?
  • O que é ADR?
  • Quando devo procurar ações no exterior?

Além disso, um artigo sobre a globalização do capital nos mostra como é importante pensar nos negócios lá de fora e qual o impacto que eles podem trazer à economia de nosso país.

Os reguladores do mercado
Quais são as empresas que gerenciam a movimentação das ações e(ou) custodiam os papéis? Qual o papel da CVM (Comissão de Valores Mobiliários)? Estas são duas das perguntas respondidas neste capítulo, cujo enfoque é referenciar as regras de mercado e os orgãos, públicos ou não, que regulamentam a movimentação financeira de ações e derivativos. Há um destaque especial para o papel do Banco Central e para a lei das Sociedades Anônimas.

Presente nesta parte do livro também está um artigo muito interessante, entitulado “Mercado de capitais é via para crescimento”. Nele, são abordadas opiniões e fatos que ilustram a importância, para o país e para a sociedade, do investimento em ações. Fala-se da popularização dos fundos de renda variável e seu papel na economia:

“A principal função de um fundo de investimento é justamente levar o dinheiro dos poupadores para os agentes econômicos investirem na produção. Cabe a seus gestores identificar setores que precisam de recursos para crescer e que remunerem os investidores com taxas acima da média. Tão importante quanto a existência da poupança financeira é permitir que ela chegue aos empreendedores, gerando desenvolvimento”

O poder dos minoritários
O sexto capítulo aborda um ponto muito importante da sociedade por ações. Nota-se uma mudança na atitude do acionista minoritário, aquele com pequena fatia da empresa, que passa a ter mais direitos e deveres. Surgem as figuras famosas dos conselhos de administração, controladores, conselhos fiscais e dos stakeholders. As dez páginas dedicadas ao acionista minoritário facilitam a compreensão das assembléias e qual a extensão do poder dos acionistas como um todo.

Ações para a aposentadoria
Propositalmente (imagino) deixado para o final, está o tema central da grande maioria dos artigos sobre ações e renda variável. Em cenários economômicos cada vez mais previsíveis, com taxas de juros mais baixas e inflação sob controle, fica evidente a necessidade de diversificação e a aceitação de investimentos mais arriscados. É fácil notar que os grandes bancos já oferecem fundos de investimento em renda variável com perspectivas de longo prazo e planos de previdência com renda variável. O último capítulo aborda estas questões e nos brinda com uma constatação importante:

“Muitos estudos comprovam: o investimento em ações, no longo prazo, oferece retorno maior do que as aplicações em renda fixa. Por isso, ter uma parcela das economias aplicada em ações pode contribuir bastante para que você acumule recursos suficientes para uma aposentadoria confortável”

Avaliação final
Apesar de ser um livro de poucas páginas, é possível encontrar muita informação sobre o mercado de ações e suas diversas variáveis. Obviamente, não se vê uma referência ou compilado detalhado de fórmulas, conceitos e estratégias, algo que também não é o objetivo dos autores. A idéia central consiste em compartilhar o mercado de ações com mais e mais brasileiros, permitindo que os investimentos neste sentido aumentem e facilitem a criação de melhores empresas e de mais empregos. Notas?

  • Linguagem e narrativa: 9
  • Exemplos práticos: 8
  • Temas abordados: 9
  • Preço: 6
  • Média: 8

Leitura recomendada para os investidores que desejam ampliar seu conhecimento sobre regulação, mercados internacionais e dicas para precificação de ativos e avaliação de empresas, o “Guia Valor de Investimentos em Ações” traz o básico sobre mercado financeiro e ações, com a vantagem de manter-se centrado em uma linguagem simples e de fácil acesso. Divirta-se.

Conrado Navarro
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários