Livro - O Melhor Conselho sobre Investimentos que eu já recebiLivro: O Melhor Conselho Sobre Investimentos que eu já recebi
Autora: Liz Claman
Editora: Larousse
Páginas: 160
Preço: R$ 15,00

O que pessoas bem-sucedidas têm a falar sobre dinheiro?
A idéia do livro é bem interessante. Reunir, de forma sucinta e objetiva, depoimentos e conselhos sobre investimentos dos mais variados empresários, executivos e profissionais do mercado norte-americano. CEOs, diretores e fundadores de grandes empresas dão sua visão sobre aplicações, mercado de ações e relembram boas (e velhas) dicas dadas por seus pais e avós, que parecem funcionar até hoje. Ainda bem. Ah sim, também encontramos depoimentos de brasileiros do nível de Roberto Irineu Marinho, Mauricio Botelho, Roberto Setubal e Emílio Odebrecht.

Uma idéia boa, facilitada por sua profissão
Liz Claman é âncora do Business News, um programa de televisão da rede CNBC. Seu acesso aos mais variados figurões do mercado é facilitado pelo apelo de seu programa e pelo seu livre trânsito dentro do ambiente frequentado por estes profissionais. Ora, por que não aproveitar a amizade e o momento para colher dicas de investimento de cada um deles, organizá-las e lançar um livro? Foi o que ela fez e o resultado agrada por seu dinamismo e relevância.

Alguns conselhos e opiniões
É claro que o primeiro texto do livro é um conjunto de observações e dicas de Warren Buffett. Ele acredita que os investidores deveriam fazer vista grossa para as turbulências diárias do mercado de ações:

“Empresas de qualidade conseguem sobreviver a essas turbulências. O tempo é amigo de um negócio maravilhoso e inimigo do medíocre”

Por se tratar de uma obra escrita originalmente em inglês e para o público norte-americano, é comum notarmos muitas referências ao mercado de ações e perceber seu uso como aplicação de longo prazo. O Brasil vive um momento importante de amadurecimento do mercado de capitais, o que faz com que o material compilado por Liz também se encaixe muito bem em nossa realidade. Ou você ainda não está pensando em investir em ações?

“Invista em organizações que estejam em bons mercados. Uma empresa pode ser, no máximo, tão saudável quanto os mercados que a serve. Invista em empresas que tenham cultura, pessoas e valores excepcionais. Invista em empresas que se reinventem constantemente” Stanley Bergman

“Diversifique sua carteira e minimize impostos e custos de negociação. Conheça suas metas de investimento e escolha seus ativos para atingi-las. Invista com regularidade e evite tentar descobrir o momento oportuno do mercado. Lembre-se que, para ganhar dinheiro, você precisa estar certo duas vezes: precisa começar com uma boa compra e terminar com uma boa venda” John E. Core

“Nunca invista tudo em ações de uma única empresa, mesmo achando que sabe muito sobre ela, ainda mais se você não puder esperar um longo período nem perder o dinheiro. A teoria dos investimentos em carteiras faz muito mais sentido para o investidor médio” Jim Hackett

Algumas pessoas se assustam com a necessidade de correr riscos, principalmente porque temem mais a possibilidade de perderem seu dinheiro que a oportunidade de elevar seus ganhos. Isso se agrava ainda mais quando as pessoas lembram que a negociação hoje em dia dá-se através da Internet. David Darst, diretor do Morgan Stanley, defende o contato com a corretora e tem uma opinião coerente sobre o tema:

“Assumir riscos é a chave para uma estratégia de investimentos bem-sucedida. Claro, é importante visitar o escritório de seu prestador de serviços financeiros. Converse com o seu corretor e faça disso um hábito, como em um check up físico anual com o seu médico”

De forma igualmente explícita, está a opinião de Jim Rogers, um conhecido investidor internacional, que reforça a importância das crises e perdas de capital:

“Perder dinheiro é a melhor forma de ver do que você é feito. Permanecer firme quando perde dinheiro o ensina muito sobre você mesmo e sobre o mercado. Se você não se preocupa, se não tem medo, então não é um bom investidor e não está investindo bem”

Avaliação final
Não espere por modelos matemáticos exclusivos, planilhas mirabolantes ou qualquer tipo de segredo milionário. As opiniões são textos simples, curtos e fáceis de entender. O objetivo não é ser um livro técnico, mas sim uma obra capaz de levá-lo à uma reflexão sobre os erros e acertos de seu dia-a-dia financeiro. Encare-o como um bate papo entre todas as feras presentes e delicie-se com o que cada um tem a dizer sobre dinheiro, fortuna e aplicações financeiras. Notas?

  • Linguagem e narrativa: 8,5
  • Exemplos práticos: 8
  • Temas abordados: 9
  • Preço: 9
  • Média: 8,7

Leitura recomendada para todos aqueles que desejam ter uma visão menos impessoal e mais abrangente sobre o mercado, suas opções e principais executivos, “O melhor conselho sobre investimentos que eu já recebi” reúne suficiente informação para um ótimo domingo de leitura e traz à tona a opinião sincera de grandes (e ricos) investidores nacionais e internacionais. Não se trata de um best seller ou de uma obra com grande repercussão, mas seu conteúdo original o classifica como um bom livro. Recomendo.

Conrado Navarro
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários