Home Economia e Política Mais alguns números…

Mais alguns números…

por Conrado Navarro
0 comentário

Os números podem ser chatos e entediantes, concordo. Mas eles têm um poder único: representam facilmente aquilo que muitas vezes um artigo inteiro não consegue detalhar através de letras e palavras. Serei breve, mas serei direto. Segundo dados do Serasa, entre 2004 e 2006, as 43,3 mil empresas cadastradas aumentaram em 6,4% seu faturamento. Já o faturamento (dinheiro de intermediações) dos 50 maiores bancos do país subiu 41% no mesmo período, segundo o Inepad (em pesquisa publicada no jornal Folha de S. Paulo). Como assim?

Entra em cena o spread, ou spread bancário, que é a diferença entre o que o banco paga para captar dinheiro e a quanto ele empresta esse mesmo recurso a terceiros (empresas, pessoas etc). Ainda que a taxa básica de juros (SELIC) tenha caido de 19,75% para 13% entre setembro de 2005 e fevereiro passado, o spread mexeu-se pouco, indo de 29,4% para 27,6%. Deixando de lado o “economiquês”, isso significa que os bancos ainda cobram caro para emprestar dinheiro, ainda que os custos para adquiri-lo tenham baixado bastante. Ou seja, eles continuam faturando (e muito) com nossa insistência em financiar e usar dinheiro dele emprestado. Que tal começar a usar mais o pagamento à vista? A Bia, do blog Mercado & Malagueta, deixa sua opinião sobre crédito e empréstimos.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.