Home Economia e Política Tesouro Direto: mais da metade dos investidores aplica até R$ 1 mil

Tesouro Direto: mais da metade dos investidores aplica até R$ 1 mil

Quanto ao prazo, a maior parcela de vendas se concentrou nos títulos com vencimento entre 1 e 5 anos, que alcançaram 59,4% do total

por Agência Gov
3 min leitura

Em maio, foram realizadas 693.401 operações de investimento em títulos do Tesouro Direto, no valor total de R$ 5,08 bilhões.

Durante esse mês, os resgates foram de R$ 3,18 bilhões, e houve emissão líquida de R$ 1,90 bilhão. As aplicações de até R$ 1 mil representaram 56% das operações de investimento no mês. O valor médio por operação foi de R$ 7.324,58.

O grupo de títulos mais demandado pelos investidores foi o indexado à inflação (Tesouro IPCA+, Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais, Tesouro RendA+ e Tesouro Educa+) que totalizou, em vendas, R$ 2,56 bilhões e correspondeu a 50,4% do total.

Os títulos indexados à taxa Selic somaram R$ 2,08 bilhões e corresponderam a 40,9% das vendas, enquanto os títulos prefixados (Tesouro Prefixado e Tesouro Prefixado com Juros Semestrais) totalizaram R$ 439,6 milhões em vendas, ou 8,7% do total.

Destaque para os novos títulos Tesouro RendA+, com R$ 171 milhões em vendas, ou 3,4% do total, e Tesouro Educa+, com R$ 67,3 milhões em vendas, ou 1,3% do total.

O Renda+ é voltado a quem quer reforçar o planejamento para a aposentadoria.

O Educa+ é ofertado a quem quer planejar o financiamento do estudo dos filhos. As duas modalidades foram criadas pelo atual Governo Federal, em janeiro e agosto do ano passado, respectivamente.

Nas recompras (resgates antecipados), predominaram os títulos indexados à taxa Selic, que somaram R$ 1,93 bilhão (63,5%).

Os títulos remunerados por índices de preços (Tesouro IPCA+, Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais, Tesouro IGPM+ com Juros Semestrais, Tesouro RendA+ e Tesouro Educa+) totalizaram R$ 794,6 milhões (26,2%), e os prefixados, R$ 315,7 milhões (10,4%).

Tesouro Nacional
(Imagem: José Cruz/Agência Brasil)

Quanto ao prazo, a maior parcela de vendas se concentrou nos títulos com vencimento entre 1 e 5 anos, que alcançaram 59,4% do total.

As aplicações em títulos com vencimento acima de 10 anos representaram 31,1%, enquanto os títulos com vencimento de cinco a 10 anos corresponderam a 9,5% do total.

Os títulos do Tesouro Direto são ofertados pelo Governo Federal, usados para obter recursos para o pagamento da dívida pública.

Estoque

Em maio de 2024, o estoque do programa fechou em R$ 139,6 bilhões, um aumento de 2,3% em relação ao mês anterior (R$ 136,5 bilhões).

Os títulos remunerados por índices de preços se mantêm como os mais representativos do estoque, somando R$ 69,4 bilhões, ou 49,7% do total.

Na sequência, vêm os títulos indexados à taxa Selic, totalizando R$ 51,7 bilhões (37,0%), e os títulos prefixados, que somaram R$ 18,5 bilhões, com 13,2% do total.

Quanto ao perfil de vencimento dos títulos em estoque, a parcela com vencimento em até um ano foi de R$ 31,8 bilhões (22,7%).

A parcela do estoque vincendo de um a cinco anos foi de R$ 65,0 bilhões (46,5%) e o montante acima de cinco anos somou R$ 42,9 bilhões (30,7%).

Base de Investidores

Em maio de 2024, o total de investidores ativos no Tesouro Direto, isto é, aqueles que atualmente estão com saldo em aplicações no programa, atingiu a marca de 2.619.001 pessoas, um aumento de 31.228 investidores no mês.

Já o número de investidores cadastrados no programa aumentou em 320.221, crescimento de 17,8% em relação a maio de 2023, atingindo a marca de 28.667.472 pessoas.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.