MBA em Finanças: Investimento e Risco – FGVFomos procurados pela FGV para divulgar o “MBA em Finanças: Investimento e Risco” (clique para detalhes), que tem muita relação com nosso tema e abordagem. Concordamos em produzir este texto com o objetivo de reforçar a importância de se escolher sempre uma escola que é reconhecida em sua área de atuação. Afinal, se existe algo que sempre defendemos aqui no Dinheirama é o investimento no conhecimento.

Certamente, não foram poucos os textos em que todos de nossa equipe mencionaram as dificuldades que o Brasil tem para encontrar mão de obra qualificada e os reflexos que a educação continuada tem em seu crescimento profissional (e salarial, é claro).

O atual cenário econômico impõe ao profissional a necessidade de se manter em constante aprendizado, o que é muito bom. Notícias recentes dão conta de que muitas empresas têm recrutado profissionais do exterior para preencher as vagas. O mais frustrante é que boa parte dos brasileiros parece não ter percebido que as oportunidades que temos agora podem ficar escassas no futuro.

Mas o que fazer? Por onde começar?
É claro que uma formação ideal passa em primeiro lugar pelo esforço e dedicação do estudante. Hoje, por exemplo, avaliamos as escolas e universidades, coisa que há pouco tempo não fazíamos (existem rankings, avaliações oficiais, provas etc.).

Se escolher bem a faculdade já é obrigação para o profissional que deseja se destacar, o que dizer da diferenciação dele no mercado depois que começar a trabalhar? A especialização tem um papel fundamental nestes passos, principalmente quando realizada em centros de referência.

MBA em Finanças: Investimento e Risco

Objetivos Gerais

  • Proporcionar uma formação sólida em finanças que permita ao profissional da área financeira dar soluções originais e teoricamente embasadas a problemas novos com que se deparam;
  • Formar profissionais que atuem na área de risco de instituições financeiras e empresas e/ou que estejam envolvidos em operações com derivativos, além de dar fundamentos a gestão de diversos tipos de carteira, como fundos de investimento, carteiras de ações, de renda fixa, wealth management etc;
  • O curso visa formar profissionais para o mercado financeiro e para a área financeira de empresas.

Público Alvo

  • MBA FGV é destinado a profissionais do mercado financeiro e do setor financeiro de empresas que buscam formação sólida em finanças e que tenham no mínimo 04 anos de experiência profissional relevante;
  • A coordenação geral do MBA de Finanças será a mesma que a do bem-sucedido programa de Mestrado em Finanças e Economia Empresarial da Escola de Pós-Graduação em Economia da FGV.

O curso acontecerá na Unidade de Campinas (SP), com aulas quinzenais aos sábados. Para conhecer maiores detalhes sobre o programa completo do MBA clique aqui ou conheça o folder oficial do curso abaixo (clique na foto para uma versão ampliada):

Folder MBA FGV

Mais uma vez reforço: o investimento em conhecimento é necessário e importante para que você se torne não só um profissional de sucesso, mas alguém que contribuirá decisivamente para a formação de uma nação melhor e preparada para superar os desafios que temos a frente. Educação é uma questão de cidadania e, portanto, precisa ser uma prioridade. Toda iniciativa neste sentido terá nosso apoio.

Até a próxima. Desejamos a você e à FGV muito sucesso nessa parceria por aprendizado e conhecimento.

Foto de freedigitalphotos.net.

Ricardo Pereira
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários