O empreendedorismo cresceu bastante no Brasil nos últimos anos. Com algum dinheiro na mão e o desejo de ser dono do próprio nariz, o empreendedor se questiona sobre qual modelo é o mais indicado: abrir o próprio negócio ou se tornar um franqueado?

É uma dúvida plausível e importante. De um lado, o crescimento do mercado de franchising: aqui no Brasil temos cerca de 1600 redes, com faturamento 63 bilhões de reais por ano. O franqueado tem à disposição a praticidade de um modelo e uma marca já existente.

Quem decide ser dono do próprio negócio tomando suas próprias decisões e criando estrutura/marca própria tem a liberdade de criar sua empresa à sua maneira e, assim, inovar e mexer no serviço, atendimento e demais áreas do negócio.

A escolha vai depender de vários fatores: perfil do empreendedor, valor do capital disponível para investimento, urgência para ter o retorno do recurso aplicado, entre outros pontos que são importantes levar em conta.

Para facilitar a decisão de novos empreendedores, preparei um resumo com alguns prós e contras de cada tipo de modelo, pensando no perfil de cada pessoa. Acompanhe:

Negócio Próprio

Modelo ideal para o empreendedor com perfil inovador, criativo, com boas e diferentes ideias em relação ao mercado e que deseja abrir seu negócio exatamente como imaginou.

Vantagens

  • Favorável às pessoas que gostam de criar suas próprias regras e têm dificuldades em seguir um padrão;
  • É um modelo excelente para o empreendedor que tem um projeto sólido com todas as etapas bem definidas e dimensionadas, desde o planejamento até a divulgação da empresa;
  • O modelo apresenta mais oportunidades de expansão com a marca própria;
  • Maior liberdade para resolver os problemas rapidamente, já que o empreendedor detém o controle de sua empresa.

 Desvantagens 

  • O empreendedor precisa ter mais paciência e dedicação para conquistar o mercado com sua marca até a empresa começar a dar lucro;
  • Será necessário mais capital e tempo para construir a marca. O empreendedor precisa investir, registrar e fazer um trabalho grande de divulgação com campanhas publicitárias agressivas e significativas;
  • Menor ganho de escala.

Franquia

Modelo ideal para o empreendedor que gosta de padrão, pois no modelo de franquia os processos estão todos prontos, com métodos comprovados, reputação de mercado e histórico de sucesso.

Vantagens 

  • A franquia carrega um modelo definido. O empresário que investe em uma franquia adquire não só a marca, mas também todas as técnicas, procedimentos e identidade visual já existentes;
  • O investimento para divulgar a marca é baixo, pois a empresa já é conhecida no mercado e tem seu departamento de comunicação/marketing;
  • Tudo é comprado em conjunto, com isso há redução no custo de aquisição de matéria prima e produtos para venda. A negociação em rede beneficia a compra em escala;
  • Para empreendedores que não tenham grande capital para investir, esse modelo é ideal pois é mais fácil conseguir crédito. Muitas franquias trabalham como órgão garantidor e oferecem ao franqueado uma linha de crédito especial.

Desvantagens 

  • Dificuldade em achar um ponto comercial adequado, pois geralmente os melhores pontos já foram tomados por outra franquia da marca;
  • Falta de liberdade para tomar decisões sobre a estratégia comercial e o futuro da empresa. Somente o franqueador pode decidir sobre qualquer modificação, exclusão e qualquer alteração nos produtos, marca e etc.;
  • Há diversas taxas a serem pagas para o franqueador: taxas de franquia (valor pago na assinatura do contrato que dá o direito para usar a marca e todo o know-how), taxa de royalties (percentual do faturamento pago mês a mês ao franqueador) e taxa de marketing (valor pago mensalmente para custear a divulgação de toda a rede).

Aqui no Dinheirama já tratamos muitas vezes de temas relacionados ao assunto, acompanhe alguns posts que poderão ajuda-lo:

 Conclusão

 A escolha do modelo de negócio mais adequado ao seu perfil vai depender dos seus objetivos e maneira de pensar/trabalhar. As duas opções são válidas e oferecem oportunidades e lucro. Antes de tomar sua decisão, pense e analise cada um dos modelos com cuidado.

Empreender é um grande passo; é um desafio que merece ser encarado com seriedade e preparo. Boa sorte e até a próxima!

Foto “Thinking about a problem”, Shutterstock.

Ricardo Pereira
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários