Home Empresas Meteoric fornecerá ímãs de terras raras no Brasil

Meteoric fornecerá ímãs de terras raras no Brasil

Esta será a primeira instalação de ímãs permanentes na América Latina e começará a operar no final deste ano

por Reuters
3 min leitura

A desenvolvedora de terras raras Meteoric Resources irá colaborar com um departamento regional do Estado de Minas Gerais para explorar a produção de ímãs de terras raras, informou a empresa australiana nesta terça-feira.

A Meteoric está desenvolvendo seu depósito de terras raras de Caldeira, em Minas Gerais.

A companhia planeja uma planta de demonstração para produzir um carbonato misto de terras raras e pequenos volumes de óxidos separados que começará a ser comissionada no próximo ano, com fornecimento para a fábrica de ímãs, disse o CEO Nick Holthouse à Reuters.

“O Brasil, em nível estadual e federal, é muito claro sobre suas ambições de construir uma cadeia de suprimentos de terras raras”, disse ele.

Com o objetivo de romper o domínio da China na cadeia de suprimentos, o Brasil, um gigante na mineração, está avançando na criação de uma indústria de terras raras, enquanto as economias ocidentais pressionam para garantir os metais necessários para ímãs usados em energia verde e defesa.

A Meteoric assinou um acordo preliminar que inclui o fornecimento de matéria-prima para as instalações de ímãs permanentes da Lab Fab para produção-piloto de ímãs de terras raras, informou em um documento enviado à bolsa de valores australiana.

O Lab Fab é um desenvolvedor de tecnologia de ímãs permanentes apoiado por Minas Gerais, que tem como objetivo estimular o setor a aumentar a escala para produzir ímãs para fabricantes de automóveis, motores elétricos e indústrias de turbinas eólicas.

Esta será a primeira instalação de ímãs permanentes na América Latina e começará a operar no final deste ano. A unidade terá uma capacidade inicial de 100 toneladas de ímãs permanentes por ano, com planos de dobrar a capacidade em três anos.

A Meteoric tem um acordo preliminar com a canadense Neo Performance Materials para abastecer sua fábrica na Estônia com 25 a 30% de sua produção, quando ela começar a operar no segundo semestre de 2027, e também tem conversado com montadoras ou fabricantes de equipamentos originais (OEMs) para novos acordos de fornecimento.

“Precisamos garantir mais alguns contratos de fornecimento. Estamos constantemente conversando com fornecedores e OEMs, portanto, há várias oportunidades que estamos desenvolvendo em segundo plano”, acrescentou Holthouse.

A Meteoric também recebeu 250 milhões de dólares em apoio preliminar do Export-Import Bank (EXIM) dos EUA.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.