Todos que buscam contato inicial com  Jair Bolsonaro, acabam esbarrando inicialmente em sua esposa.  O presidenciável do PSL podia até mandar lá fora, mas era sua esposa, Michelle Bolsonaro, quem controlava o vaivém de políticos no apartamento deles, no condomínio Vivendas da Barra.

O presidente do PSL, Gustavo Bebianno, precisou ganhar a confiança dela para se aproximar —foi ele quem a levou de Juiz de Fora para o Rio, após o marido ser esfaqueado na cidade mineira.

A dias do atentado, Bolsonaro queria se preparar para uma entrevista no Jornal Nacional em casa, mas ela despachou a equipe para a casa de um dos filhos dele, Carlos, que mora no mesmo prédio.

Leia também: Bolsonaro lidera com folga nos maiores centros do país

Domingo um dia sagrado

Os domingos eram sagrados para Michelle, que pedia ao marido: nada de agenda nesse dia. E ele obedecia. Quebraria a regra de ouro no dia 9 de setembro, para um ato na praia de Copacabana, mas sofreu o ataque dois dias antes.

Desde então, sempre ao lado dela, ele deixou duas vezes, num domingo, o lar onde o casal cobriu uma parede com uma ilustração religiosa onde se lê “a cruz me liberta”: para votar e para gravar um vídeo de campanha na casa do empresário Paulo Marinho, suplente do senador eleito Flávio, primogênito de Bolsonaro.  ​

Michelle e Jair”, dizia o título de uma reportagem com os recém-casados na revista Festejar Noivas RJ.

“Tudo começou quando nos vimos pela primeira vez no casamento do Jair”, relatou a noiva. “Deste relacionamento brotou um sentimento que me fez voltar aos tempos de cadete da Academia Militar das Agulhas Negras”, descreveu o noivo.

Casamento em 2013 no Rio de Janeiro

A data da cerimônia nada teve de acaso: 21 de março de 2013, quando ele completava 58 anos, e a ela restava um dia para virar 31. Os arianos Jair Messias Bolsonaro e Michelle de Paula Firmo Reinaldo Bolsonaro se casaram sob a bênção do pastor Silas Malafaia, na Mansão Rosa. Uma festa sem funk, a pedido da noiva evangélica.

Malafaia celebrou a união heterossexual diante de cerca de 150 convidados, como lembra a biografia “Bolsonaro: O Homem Que Peitou O Exército e Desafia a Democracia”.

“O primeiro princípio é que Deus fez macho e fêmea”, disse o pastor. “O homem só se completa na mulher, e a mulher só se completa no homem. O resto é blá-blá-blá.”

Michelle já era mãe de uma filha adolescente, e com Bolsonaro teve Laura.

A menina aparece em vídeos de campanha para suavizar a imagem machista atribuída ao pai, que já  culpou uma “fraquejada” pela única filha numa prole de quatro rapazes.

Na peça, ele conta que reverteu uma vasectomia a pedido de Michelle, sua terceira mulher, que queria engravidar.

Uma vida dentro da igreja

Ela era fiel na Assembleia de Deus Vitória em Cristo, a igreja de Malafaia, para a qual às vezes arrastava o marido católico. “Uma menina simples. Na igreja, ajudava na cozinha, sempre trabalhava nesses troços. É recatada, não é nariz empinado.

Hoje Michelle vai à Igreja Batista Atitude, no Recreio (zona oeste do Rio). Ela fica sob guarda de Josué Valandro Jr., pastor que tem em comum com Malafaia o apego ao candidato do PSL —no primeiro turno, bradou no púlpito o lema bolsonarista “meu partido é o Brasil” e orou para que “que as profecias feitas sobre o Brasil venham a ser cumpridas”.

Michelle  aprendeu a língua brasileira de sinais, Libras, com um tio deficiente auditivo, como contou num vídeo com uma colega da Atitude. Aprimorou-se no idioma após conhecer um casal de surdos na antiga igreja.

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários