Home Mercados Minério de ferro avança 2,86% em Dalian

Minério de ferro avança 2,86% em Dalian

"Os preços permaneceram firmes, já que a oferta restrita de sucata de aço resultou em um consumo robusto de minério de ferro", disseram os analistas da Huatai Futures

por Reuters
0 comentário

O preço do minério de ferro se fortaleceu nesta segunda-feira, com o sentimento dos investidores sendo impulsionado pelo mais recente estímulo da China, ignorando a pressão de queda dos cortes de produção de algumas usinas siderúrgicas devido à redução das margens.

O minério de ferro mais negociado para janeiro na bolsa de Dalian, da China, encerrou o dia com alta de 2,86%, a 862 iuanes (117,93 dólares) a tonelada métrica, o maior valor desde 25 de setembro.

O banco central da China aumentou o suporte de liquidez para o sistema bancário, realizando operações de facilidade de empréstimo de médio prazo (MLF) no valor de 789 bilhões de iuanes.

“Os preços permaneceram firmes, já que a oferta restrita de sucata de aço resultou em um consumo robusto de minério de ferro”, disseram os analistas da Huatai Futures em uma nota.

Os baixos estoques também elevaram o sentimento no mercado de minério de ferro, já que os estoques caíram por cinco semanas consecutivas para 105,2 milhões de toneladas em 13 de outubro, o menor valor desde junho de 2020, mostraram dados da consultoria Steelhome.

No entanto, o aprofundamento da crise no setor imobiliário da China, o maior consumidor de aço do mundo, provavelmente manterá a demanda deprimida, apesar de mais estímulos, alertaram analistas do banco ANZ em uma nota.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.