Home Mercados Minério de ferro de Dalian ganha 55% em 2023

Minério de ferro de Dalian ganha 55% em 2023

Na bolsa de Cingapura, o contrato de referência do minério de ferro para fevereiro subiu 1,3%, para 137,24 dólares a tonelada

por Reuters
3 min leitura

Os contratos futuros de minério de ferro em Dalian encerraram 2023 com salto de 55,1%, impulsionados por medidas de estímulo na China.

Nesta sexta-feira, o contrato subiu, interrompendo uma sequência de perdas de dois dias. O minério de ferro mais negociado para maio na bolsa de Dalian, na China subiu 0,3%, para 973,5 iuanes (137,31 dólares) por tonelada no fechamento.

O contrato marcou ainda o quinto mês consecutivo de ganhos, registrando alta mensal de 6,9%.

Na bolsa de Cingapura, o contrato de referência do minério de ferro para fevereiro subiu 1,3%, para 137,24 dólares a tonelada.

No mês, o contrato registrou alta de 7,4%, marcando também o quinto mês consecutivo de ganhos.

O contrato de referência encerrou o ano com ganhos de 26,4%.

Este ano, os preços do minério de ferro desafiaram as expectativas do mercado, sustentados pelo estímulo no principal consumidor, a China.

“A tendência geral dos preços do minério de ferro neste ano é bastante clara — os preços no segundo semestre estão mais altos do que no primeiro semestre”, disse Pei Hao, analista da corretora internacional FIS em Xangai.

“A procura incomumente elevada na segunda metade do ano deu um apoio sólido aos preços; uma série de políticas de apoio no mercado imobiliário, juntamente com expectativas de mais estímulos econômicos durante as reuniões de tomada de decisão em dezembro, também funcionaram como ventos favoráveis”, adicionou.

A atividade manufatureira da China provavelmente contraiu pelo terceiro mês consecutivo, mostrou uma pesquisa da Reuters na quinta-feira, influenciada pela fraca demanda por bens manufaturados.

O banco central da China disse na quinta-feira que iria intensificar os ajustes da política macroeconômica para apoiar a economia e promover uma recuperação dos preços, em meio a sinais de crescentes pressões deflacionárias.

Os contratos de referência do aço na bolsa de Xangai foram mistos. O contrato de vergalhão mais ativo e de aço inoxidável caíram 0,1% e 2,4%, respectivamente. Enquanto isso, bobinas laminadas a quente e fio-máquina subiram 0,1% e 4,6% cada.

Outros ingredientes siderúrgicos, como o carvão metalúrgico de Dalian e coque, caíram 0,8% e 0,4%, respectivamente.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.