Home Mercados Minério de ferro tem queda semanal

Minério de ferro tem queda semanal

O minério de ferro de referência para julho na Bolsa de Cingapura recuava 0,03%, a 115,6 dólares a tonelada

por Reuters
0 comentário

Os contratos futuros do minério de ferro ampliaram as perdas nesta sexta-feira, encerrando a semana em baixa, já que a demanda de curto prazo e os dados desanimadores das fábricas da China, principal mercado consumidor do minério, pesaram sobre o sentimento.

O minério de ferro mais negociado em setembro na Bolsa de Mercadorias de Dalian (DCE) da China encerrou a sessão da tarde com queda de 1,7%, a 865 iuanes por tonelada. Na semana, o contrato recuou 4,7%.

O minério de ferro de referência para julho na Bolsa de Cingapura recuava 0,03%, a 115,6 dólares a tonelada, marcando uma queda de 4,3% na semana.

A produção média diária de metal quente entre as siderúrgicas pesquisadas pela Mysteel caiu 0,4% em relação à semana anterior, para cerca de 2,36 milhões de toneladas em 31 de maio, segundo dados da consultoria.

Algumas usinas siderúrgicas optaram por uma abordagem de esperar para ver, suprimindo o impulso de compra de minério de ferro, disse o provedor de informações Shanghai Metals Market em relatório na quinta-feira.

A atividade industrial da China caiu inesperadamente em maio, segundo uma pesquisa oficial das fábricas na sexta-feira, mantendo vivos os apelos por novos estímulos, já que uma prolongada crise imobiliária continuou a pesar sobre empresas, consumidores e investidores.

Outros ingredientes de fabricação de aço na bolsa de Dalian registraram perdas, com o carvão metalúrgico caindo 2,59%, a 1.670,5 iuanes (230,61 dólares) por tonelada, e o coque despencando 3,99%, para 2.273 iuanes (313,78 dólares).

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.