O mercado de ações vive um momento interessante no Brasil, pois com a crise muitas empresas com mercado promissor, boa governança e solidez viram o valor de suas ações diminuir consideravelmente, tornando-se verdadeiras barganhas.

Se existe uma verdade quanto o assunto bolsa de valores, é o fato de que os investidores precisam comprar na baixa e vender na alta, dessa forma o atual cenário pode ser encarado como uma verdadeira oportunidade para quem deseja diversificar seus investimentos e buscar rentabilidade de médio e longo prazo.

No ano de 2017, muita gente já percebeu essa necessidade por conta dos juros baixos e esse também pode ser o seu momento.

Oportunidade: Faça sua inscrição gratuita e aprenda a investir em ações

O que falta para você investir

O problema é que, por falta de conhecimento, medo e com pouca informação a maioria das pessoas acaba desistindo de investir. Alguns começam até a se defender falando que ações é um investimento apenas para especialistas.

Para colaborar e apresentar as melhores oportunidades para que todos tenham a chance de vencer na bolsa de valores, os amigos do Investeaê, parceiros de conteúdo do Dinheirama, preparam um minicurso online e gratuito (Clique para se inscrever).

Minicurso gratuito: Bolsa de Valores em 7 minutos

A ideia do minicurso é fazer com que os investidores entendam o funcionamento da bolsa e aprendam de forma didática como investir.

São 3 vídeos curtos, com 7 minutos cada um, em média. Daí o nome do curso.

Você aprenderá quais são os primeiros e mais importantes passos para se tornar um investidor em ações.

Aproveite! Você também pode ser um investidor de sucesso

O que você vai aprender no minicurso

Os especialistas do Investeaê, preparam o minicurso de maneira simples e direta. Nada de enrolação ou termos complicados que acabam deixando as pessoas com mais dúvidas.

Quem realizar o curso vai aprender e entender conceitos essenciais para começar a investir.

Os instrutores do curso irão te mostrar como funciona o mercado de ações e quais são os primeiros passos a serem dados. Além disso, você vai saber qual é o ponto em que a maior parte dos investidores trava antes mesmo de começar a investir e como evitar isso.

É agora! Curso gratuito mostra como funciona a bolsa de valores

O que você NÃO deve fazer

Mais do que apenas saber o que fazer, você precisa estar atento ao que evitar. Foi preparada uma aula só sobre isso, para que você não caia em armadilhas e ciladas.

A base de uma estratégia vencedora

Você saberá o que está por trás dos lucros com ações e como escolher boas empresas para investir. Investir é uma questão de estratégia e você entenderá o que é mais importante na hora de montar a sua.

Não perca essa oportunidade única

O mercado financeiro está se preparando para uma nova realidade no Brasil. Os grandes investidores já detectaram esse movimento e já estão em posições favoráveis. Aproveite agora a sua oportunidade e também aprenda na prática como investir.

Lembre-se que o minicurso é gratuito (clique e participe).

Até próxima!

Nota: Esta coluna é mantida pela Investeaê, que contribui para que os leitores do Dinheirama possam ter acesso a conteúdo gratuito de qualidade.

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.