Home Investimentos Moedas digitais: o que são criptomoedas e como investir

Moedas digitais: o que são criptomoedas e como investir

por Redação Dinheirama
0 comentário

As moedas digitais ganharam muita popularidade nos últimos anos. Elas são uma ótima oportunidade de investimento.

Ao contrário do que muitos pensam, existem diversas moedas digitais e não só Bitcoin, a mais popular. Cada uma delas possui um valor de cotação, a partir da oferta e demanda.

Neste texto, vamos explicar tudo o que você precisa saber sobre criptomoedas e como investir nelas.

O que são moedas digitais?

Moedas digitais são um dinheiro 100% digital e descentralizado. Isto é: elas não têm uma versão física, de papel ou metal. Além disso, não existe um controle por parte de um país ou instituição.

Ao contrário do Real, por exemplo, que é controlado pelo Banco Central, as moedas digitais são controladas apenas por um software. 

Elas são criadas e comercializadas virtualmente. E, apesar de serem bastante seguras por usarem criptografia, não possuem uma regulamentação.

Todas essas características fazem das moedas digitais uma espécie de “dinheiro universal” e “dinheiro do futuro”.

Moedas digitais - Dinheirama
Crédito: Unsplash

Quais são as moedas digitais?

Existem diversas moedas digitais e muitas que antes eram pouco conhecidas agora têm se popularizaram por conta do metaverso.

Entre as mais famosas, podemos citar a Bitcoin, o Ethereum, o Litecoin e a Mastercoin. Cada uma delas tem o seu valor próprio de cotação.

Moeda digital: bitcoin

O Bitcoin foi a primeira moeda digital a se popularizar e é ainda hoje a principal moeda virtual do mundo. 

Seu nome faz referência a uma rede de compartilhamento ponto a ponto (P2P), chamada de BitTorrent.

Na BitTorrent, cada usuário é anônimo e tem o mesmo valor, exatamente como nas moedas digitais.

Quem criou o Bitcoin foi Satoshi Nakamoto, um pseudônimo utilizado pela pessoa ou pessoas responsáveis pela moeda. 

Como parte da implementação do Bitcoin, Nakamoto também desenvolveu o primeiro banco de dados de blockchain.

Moedas digitais valores

Os valores das moedas digitais podem ser bastante altos. Por isso, geralmente os investidores compram frações das moedas.

Assim, as moedas digitais se tornam um investimento acessível ao maior número possível de pessoas. Apesar de ser um ativo de alto valor.

Para se ter noção, no momento em que esse texto é escrito, o Bitcoin (BTC) está cotado em R$317.169,99. Já o Ethereum (ETH), custa R$23.563,96.

Ao mesmo tempo, existem moedas menos populares que custam bem mais barato. Se o investidor souber apostar em uma com alto potencial de valorização, ele pode se dar bem.

Moeda digital: como funciona?

As moedas digitais funcionam por meio da tecnologia de blockchains. E são reguladas por um software apenas, não estão relacionadas a um Banco Central, por exemplo.

Em outras palavras, as blockchains são como caixas virtuais que armazenam informações criptografadas, códigos. Isso faz com que cada moeda tenha sua própria caixa de informações única.

A tecnologia torna quase impossível ataques hackers e também garante privacidade aos donos das moedas. Afinal, os dados de transação das moedas são criptografados.

A validação da criptomoeda se dá pelo processo de mineração, feito por supercomputadores. E esse é um processo difícil, por isso as moedas digitais são valorizadas.

Os computadores acessam blocos de códigos e verificam se a informação apresentada em cada um deles é verdadeira. Ou seja, se pertence à rede de blockchains da criptomoeda em questão.

Se verdadeira, o bloco é incorporado à rede e ganha um novo código de criptografia dentro da rede. Então, a pessoa pode fazer a transação, enviando sua criptomoeda a outra pessoa (comprador).

Para acessar um bloco da rede e roubar informações, o hacker precisa desvendar não só criptografia daquele bloco, mas de todos os anteriores. Isso aumenta muito a segurança do ativo.

Moedas digitais - Dinheirama
Crédito: Unsplash

Como investir em moedas digitais?

Você deve estar se perguntando: como comprar moedas digitais? E como ganhar dinheiro a partir delas?

Bom, para que possa comprar uma moeda digital, você precisa ter uma conta em uma corretora de investimentos. Ou em um banco que ofereça esse tipo de serviço.

Então, é só escolher a moeda desejada e conferir a cotação dela. Depois, você deverá transferir o valor equivalente em reais para a compra da cota desejada.

Comprada a quantia desejada de cotas da moeda, você deverá então acompanhar o seu preço e, quando desejar, vendê-las.

A ideia é que você lucre com a valorização das moedas ao longo do tempo. Ou ainda elas podem funcionar como uma reserva de valor.

O real vem sofrendo com a desvalorização causada pela inflação, por exemplo. Ao transformar seu dinheiro em moedas digitais, você está “congelando” ele e evitando que ele perca valor.

Em qual moeda digital investir?

Escolher uma moeda digital para se investir não é uma tarefa simples e exige muita análise.

Se por um lado moedas menos populares garantem maior potencial de valorização, as mais conhecidas são mais seguras.

Trata-se de um investimento de alto risco, baseado na especulação. Você não tem garantia de que ela vai valorizar, nem de que ela vai desvalorizar.

Por isso, é recomendado que você diversifique seu investimento em cripto. Invista parte do dinheiro em moedas mais populares, como Bitcoin, Ethereum e Litecoin.

Com a outra parte do dinheiro, coloque em uma ou duas moedas menos conhecidas, mas que têm potencial de valorização.

Moedas usadas em metaversos, por exemplo, têm grandes chances de se valorizarem nos próximos anos. Por isso, estude o mercado e fique sempre atento.

Moedas digitais - Dinheirama
Crédito: Unsplash

Qual moeda digital vai valorizar?

Como eu disse, não dá para ter certeza sobre quais moedas vão ou não se valorizar. 

Estude o comportamento da moeda ao longo do tempo e procure comprar quando o preço dela estiver em queda. Principalmente se for uma moeda mais conhecida.

As chances de ela voltar a subir são grandes. Além disso, novamente, como eu já disse acima, aquelas atreladas a metaversos também são boas apostas.

Conclusão

As criptomoedas vieram para ficar, não há dúvidas. Elas são um meio para criar dinheiros universais, fugindo do controle de estados e autarquias.

Além disso, são um ativo com alto potencial de valorização. Porém, por serem algo “novo” e que ainda gera muita insegurança em investidores, seu preço tende a oscilar bastante.

Por isso, na hora de investir, estude com cuidado e jamais coloque todo o seu dinheiro somente em moeda digital.

Tenha paciência, foque no longo prazo e na diversificação e aproveite o potencial das criptomoedas!

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.