Morar junto com a pessoa que amamos pode ser um sonho. Dormir junto, acordar junto, fazer compras juntos, gastar juntos, pagar contas juntos.. epa, espera aí, esta parte não parece ser assim tão legal, não é mesmo? Vamos falar com toda sinceridade então: dinheiro, ou melhor, a forma como um casal lida com ele, pode ser algo crucial em um relacionamento. Por esta razão, antes de juntar os trapinhos, é fundamental conversar, estabelecer algumas regras, e estar disposto a realizar algumas mudanças se preciso.

Morar junto é bem diferente de namorar estando em casas separadas. Só sabe quem passa por isso na prática. E se até então, seu dinheiro era unicamente seu, e o dele (ou dela) unicamente dele, ao partilhar o mesmo teto acaba sendo inevitável ter que dividir contas comuns e até pensar em guardar um pouco para determinados objetivos do casal. Estamos aqui para te ajudar neste caminho! Uma boa leitura e conte conosco!

Ebook Morar juntos e sem brigas

Neste e-book você encontrará uma série de dicas para planejar a sua vida a dois, vivendo sob o mesmo teto, sem ter dores de cabeça por conta de dinheiro. Vamos falar sobre o que é preciso combinar antes de morar junto, dar dicas úteis para que o casal consiga chegar a um
equilíbrio na forma como lida com o dim dim e também o que é preciso fazer quando a situação já chegou a um limite do aceitável e as brigas já começaram a ocupar boa parte do tempo.

O que esperar deste E-book:

1. Antes de qualquer coisa: o que considerar antes de morar junto
2. Primeiros passos: nada é fácil na prática – “vamos por os pingos nos is”
3. 10 Dicas para serem seguidas no dia a dia
4. Não vamos nos matar por causa de dinheiro – mas e
se isso já estiver ocorrendo?

Baixe gratuitamente o e-Book Morar juntos e sem brigas 

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários