Home Comprar ou Vender MRV mostrou despesas “bastante negativas” no 4º tri, aponta Ativa

MRV mostrou despesas “bastante negativas” no 4º tri, aponta Ativa

Mesmo num momento mais positivo nas construções de baixa renda, a empresa destaca que a margem bruta ficou em 24,1%

por Rafael Borges
0 comentário

O resultado da MRV (MRVE3no quarto trimestre de 2023 ficou abaixo das expectativas, apontam os analistas da Ativa investimentos.

A recomendação para as ações é neutra e o preço-alvo é de R$ 9,50. O potencial de valorização é de 32,7%. Os papeis caíam 1,57%, a R$ 7,50, há instantes (13h13).

E empresa registrou um prejuízo de R$ 10 milhões, em resultado impactado por efeitos de equity swap, marcações a mercado e outros efeitos não recorrentes. Excluindo esses efeitos, o lucro líquido ajustado somou R$ 103 milhões no trimestre encerrado em dezembro do ano passado, contra prejuízo de R$ 93 milhões um ano antes.

A margem bruta da companhia foi de 24,1%, impulsionada pela melhora gradual das margens da MRV Incorporação (24,5%). A companhia continua a se beneficiar do ganho de participação das novas “safras” no resultado, que por sua vez, foram lançadas em um período de INCC mais controlado e nas novas regras do MCMV.

Assessores e consultores de investimentos ganham R$ 15.000/mês; saiba como seguir carreira

“Com a prévia operacional possibilitando o entendimento antecipado do volume de vendas e geração de caixa, os
destaques ficaram para a evolução da margem bruta e das despesas comerciais e administrativas. Consideramos
o resultado da margem bruta neutro, onde a evolução do indicador teria vindo em linha com as nossas estimativas
ao desconsiderarmos a revisão orçamentária feita na Urba”, diz o analista Pedro Serra.

Desempenho das ações da MRV em 12 meses

As despesas comerciais como porcentagem da receita operacional líquida foram de 10,4%. No entanto, o principal ponto negativo ficou para as despesas administrativas, as quais foram afetadas pelo provisionamento no valor de R$ 38 milhões referente ao pagamento de PLR.

“Já nas despesas, consideramos os dados bastante negativos. Nas despesas comerciais, sua evolução frente ao terceiro trimestre de 2023 como porcentagem da ROL não era esperado por nós. No entanto, o grande destaque negativo ficou para o pagamento de PLR de R$ 38 milhões em um momento que consideramos ainda bastante delicado para a companhia, contribuindo assim para um lucro operacional abaixo das nossas projeções”, conclui Serra.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.