Na semana passada, o mercado foi surpreendido pela informação de que o Banco Central (BC) promoverá mudanças na política de concessão de crédito. Essas mudanças, que alteram as regras de recolhimento compulsório sobre os recursos a prazo e à vista, devem injetar na economia até R$ 45 bilhões ao longo do tempo.

A surpresa maior é que as medidas foram anunciadas poucos dias após o COPOM (Comitê de Política Monetária) do BC divulgar ata reforçando ao mercado a preocupação real com a inflação e, dessa forma, deixando clara a estratégia de manutenção dos juros básicos da economia a Selic em 11% ao ano.

Ficou parecendo que o BC acenou para o mercado, mas também para o governo. Para nos ajudar a entender o impacto dessas mudanças, contamos com a colaboração do Alvaro Bandeira, Economista-chefe e Sócio da Órama, que gravou vídeo traduzindo os reflexos dessas alterações para a economia do Brasil.

Acompanhe o vídeo:

Acompanhe mais informações de qualidade sobre economia e investimentos

Se você gosta de estar sempre bem informado sobre as melhores opções de investimento e por dentro do que acontece de mais relevante em economia, acesse o Blog da Órama e também a TV Órama.

Foto “Financial Analysis”, Shutterstock.

Parceiro de Conteúdo
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários