Chegamos a mais uma de nossas colunas semanais sobre mundo digital, tecnologia e empreendedorismo.

Nosso destaque é o lançamento dos novos smartphones da Samsung o Galaxy S8 e o Galaxy S8+.

Samsung lança Galaxy S8 com tela curva ‘gigante’ de até 6,2 polegadas

A fabricante sul-coreana Samsung acaba de lançar dois novos smartphones da linha Galaxy S, o Galaxy S8 e o Galaxy S8+. Os novos modelos, a partir da nova versão, ganharam telas “gigantes”, de 5,8 polegadas no S8 e 6,2 polegadas no S8+, significativamente maiores que as usadas na última versão do aparelho (5,1 e 5,5 polegadas, respectivamente). Além disso, a partir dessa versão, ambos os modelos têm telas curvadas nas duas laterais. Os dois smartphones foram revelados em um evento da empresa em Nova York, nos Estados Unidos, e representam o primeiro grande lançamento da marca após os dois recalls e a retirada do mercado do Galaxy Note 7.

Segundo a Samsung, o tamanho das telas aumentaram, porque a empresa fez modificações no design do aparelho para reduzir as bordas do aparelho. Dessa forma, a empresa conseguiu aumentar o tamanho da tela sem aumentar significativamente o tamanho total dos aparelhos.

O Galaxy S8 tem espessura de 8 milímetros, enquanto o Galaxy S8+ tem espessura de 8,1 milímetros. Ambos os modelos continuam a ter proteção à prova d’água. O novo smartphone será vendido nos primeiros países, como Estados Unidos, a partir de 21 de abril. O Galaxy S8 será vendido por US$ 720, enquanto o Galaxy S8+ será vendido por US$ 840 (ambos na versão desbloqueada) — o valor é significativamente mais alto que o do Galaxy S7, que custava a partir de US$ 650. Ainda não há previsão de lançamento no Brasil.

eBook gratuito recomendado: Freelancer – Liberdade com muito trabalho e resultados

Facebook se inspira no Snapchat e traz Stories para a linha do tempo do app

O Facebook anunciou na última semana novas funcionalidades na linha do tempo do seu aplicativo, com a implementação de uma câmera e do Stories, fotos e vídeos que desaparecem em 24 horas. O recurso é inspirado no Snapchat e já é visto no Instagram e Messenger, também de propriedade da empresa.

O investimento do Facebook na tendência já tinha sido revelado durante o Mobile World Congress, em Barcelona, com o anúncio da aba de vídeos e os espaços comerciais em transmissões ao vivo.

Além dos recursos, há um rearranjo da interface do app, com o botão de acionamento da câmera assumindo posição de destaque no canto superior esquerdo. Bastante popular no Instagram, as histórias em vídeo e foto com recursos de filtros e adesivos divertidos aparecerão em uma timeline no topo do feed de notícias.

eBook gratuito recomendado: Invista e Construa o Futuro dos seus Filhos

Google perde 250 anunciantes e sofre pressão por desconto

A revelação de que publicidade de grandes empresas e até do governo britânico aparecia junto de conteúdo extremista no YouTube levou o Google a perder mais de 250 anunciantes (entre eles, gigantes como McDonald’s e Walmart) e recuperá-los deve pesar no bolso da líder global de buscas na internet.

Isso porque empresas já estão exigindo descontos para continuar anunciando no site de vídeos e em uma categoria que atualmente o Google cobra mais caro.

O Google tem hoje um preço maior para seus clientes se eles quiserem que sua publicidade tenha como alvo um público específico ou um determinado conteúdo.

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários