Chegamos a mais uma de nossas colunas semanais sobre mundo digital, tecnologia e empreendedorismo.

Nosso destaque é a licença conquistada pela Apple para testes de carros autônomos.

Apple obtém licença para testar carros autônomos nas ruas da Califórnia

A Apple recebeu licença para testar veículos autônomos na Califórnia, o que marca o início público de sua corrida com Uber, Alphabet e Tesla para definir o futuro do transporte sem motorista.

A licença foi revelada quando o nome da Apple surgiu entre as companhias aprovadas para testes de veículos no site da autoridade regulatória estadual da Califórnia para veículos motorizados.

O sigiloso projeto de pesquisa automotiva da Apple surgiu há mais de dois anos, ainda que não se saiba quando a empresa colocará em teste um de seus protótipos.

Em 2016, a Apple abandonou os esforços para construir um veículo elétrico sozinha, em curto prazo, e reorientou seus esforços de desenvolvimento para os sistemas autônomos que embasam a operação de carros autoguiados.

eBook gratuito recomendado: Riqueza pessoal é possível

Em evento anual, Facebook aposta no apelo da realidade aumentada

O Facebook revelou uma guinada rumo às tecnologias de realidade aumentada, que une elementos virtuais ao mundo físico e que poderão ser usadas por usuários da rede social em breve.

O presidente-executivo da companhia, Mark Zuckerberg, disse durante seu maior evento anual que a tecnologia seria capaz de “construir comunidade” (o mote desta edição da conferência), mitigar a “bolha” de opiniões e tornar atividades corriqueiras mais “compartilháveis”.

O evento, chamado F8, é realizado ao mesmo tempo em que a rede social pede desculpas e tenta explicar como um usuário americano pôde publicar, na semana passada, um vídeo em que ele matava a tiros um desconhecido em Cleveland.

eBook gratuito recomendado: Freelancer – Liberdade com muito trabalho e resultados

Samsung Galaxy S8 chega ao Brasil em maio com preço a partir de R$ 3.999

O Samsung Galaxy S8 começa ser vendido a partir de 12 de maio no Brasil, anunciou a empresa.

A novidade da gigante sul-coreana chega em duas versões: S8 (R$ 3.999) e o S8 Plus (R$ 4.399).

Umas das principais inovações do aparelho é a tela Infinita, que praticamente eliminou as bordas do aparelho, com 5.8″ no S8 e 6.2″ na versão Plus, ambas Quad HD+, com resolução 2960×1440.

O lançamento é o primeiro top de linha apresentado depois dos incidentes com o Note 7, cujas baterias explodiram e causaram danos à imagem da empresa.

Além da tela maior, o dispositivo eliminou o botão home, sempre presente nos aparelhos da linha. A funcionalidade se mantém ativa apenas com toque na tela.

A câmera também foi aprimorada. A frontal deve aparecer na linha com 8 MP, autofoco inteligente e abertura de 1.7, a mesma da câmera traseira, que tem tecnologia Dualpixel e 12 MP. Com 4 GB de RAM e processador octacore, ele promete ser até 10% mais rápido que o S7.

De acordo com a fabricante, esse aperfeiçoamento ajuda na captura de imagens em situações com pouca luz.

Outro recurso com destaque é o Bixby, um assistente pessoal baseado em voz e toque. Ele promete entender o contexto do pedido do usuário, que deve ser confirmado com um toque na tela. O assistente é acionado por um botão na lateral do aparelho e é capaz de acionar câmera, contatos, configurações, fazer pesquisas e traduções. A versão em português ainda está em desenvolvimento.

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários