Amigo leitor, a cada semana vamos consolidando nosso espaço para explorar o universo digital e empreendedorismo. O destaque da semana é a febre do Pokemon Go; o jogo nem chegou a boa parte do mundo e já desbanca a maioria dos aplicativos do topo da tabela.

Só no Android são mais de 11 milhões de usuários ativos no Pokémon Go. O Snapchat e o Google Maps chegam a 14 milhões na plataforma. E levando em consideração que o número de usuários diários do jogo era de 8 milhões há alguns dias, não deve demorar muito para alcançar os outros aplicativos.

Plataforma de pagamento Samsung Pay chega oficialmente ao Brasil

A Samsung saiu na frente dos rivais e anunciou nesta quinta-feira (14/07), que o seu serviço de pagamento via smartphone, o Samsung Pay, começa a funcionar oficialmente no Brasil a partir do próximo dia 19 de julho.

Com esse lançamento, o Brasil será o primeiro país da América do Sul e o oitavo do mundo a receber o Samsung Pay, que já está presente na Coreia do Sul, EUA, China, Espanha, Singapura, Austrália e Porto Rico.

Pokemon Go: sucesso mundial

O sucesso de Pokémon Go é inquestionável: no mercado norte-americano, ele ultrapassou o Tinder em popularidade na primeira semana de lançamento, já encostou no Twitter em número de usuários ativos e deixou até o aplicativo do Facebook para trás em termos de engajamento. No Brasil, o jogo ainda não foi lançado e não pode ser baixado diretamente do Google Play — o que não nos impediu de instalá-lo.

No último sábado (9), Pokémon Go havia sido instalado em 1,74% de todos os aparelhos com Android no Brasil. O número, revelado ao Tecnoblog pela consultoria SimilarWeb, parece até pequeno, mas lembre-se de que estamos falando de um mercado que vendeu mais de 100 milhões de smartphones nos últimos dois anos — dos quais 90% eram Androids. É o “jogo que não funciona” mais popular de todos os tempos, segundo nós mesmos.

Easy Taxi lança novo serviço

A startup Easy Taxi planeja lançar no Brasil o serviço Easy Go, pelo qual passageiros podem pedir corridas em carros particulares para se locomoverem pela cidade.

O serviço terá um modelo idêntico ao praticado pela Uber: motoristas cadastrados com veículos sem a placa vermelha, que designa transporte profissional, serão chamados por passageiros usando o app da Easy Taxi.

Segundo Fernando Matias, CEO da Easy Taxi no Brasil, tem como objetivo  oferecer um portfólio mais completo de serviços.

Quando entrar no ar, o Go será mais uma opção de transporte dentro do app. Atualmente, a startup oferece dois serviços: o Comum, com táxis convencionais e o EasyPlus+, com carros pretos de luxo e restrito a São Paulo.

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários