Chegamos a mais uma de nossas colunas semanais sobre mundo digital, tecnologia e empreendedorismo.

Nosso destaque é a nova funcionalidade de compartilhamento do aplicativo Whatsapp.

WhatsApp terá compartilhamento de localização em tempo real

O WhatsApp anunciou nesta terça-feira (17) um novo recurso que vai permitir ao usuário compartilhar sua localização em tempo real com seus contatos.

A ferramenta “localização atual” possibilita controlar quem verá a movimentação e por quanto tempo.

Para usar, bastará abrir a conversa com o contato ou grupo com quem desejar compartilhar. Sob “localização”, no botão anexar, haverá a nova opção de “compartilhar localização atual”. Escolha por quanto tempo deseja compartilhá-la e toque em enviar.

Corte dos EUA vai julgar processo da Microsoft sobre privacidade de e-mails

A Suprema Corte dos Estados Unidos concordou nesta segunda-feira (16) em resolver uma grande disputa de privacidade entre o Departamento de Justiça e a Microsoft sobre a possibilidade de acesso de procuradores aos e-mails armazenados em servidores da empresa no exterior.

Os juízes ouvirão o apelo do governo Trump em relação a uma decisão de instância anterior no ano passado, que impede os promotores federais de obter e-mails armazenados em servidores da Microsoft em Dublin, na Irlanda, em uma investigação sobre tráfico de drogas.

Essa decisão do Segundo Tribunal de Apelações dos EUA, sediado em Nova York, marcou uma vitória para os defensores da privacidade e empresas de tecnologia que oferecem cada vez mais serviços de computação em nuvem, nos quais os dados são armazenados remotamente.

GuiaBolso recebe nova rodada de investimentos de R$125 milhões

O GuiaBolso, aplicativo de controle financeiro mais usado no País, anunciou nesta quarta-feira, (18), sua quinta rodada de investimentos, de R$ 125 milhões. O aporte, liderado pelo Vostok Emerging Finance, fundo de investimento global focado em startups especializadas em finanças, é o maior já recebido pela companhia. A rodada contou também com a participação da Endeavor Catalyst e de investidores já presentes na companhia, como Ribbit Capital e IFC (International Finance Corporation), braço financeiro do Banco Mundial.

De acordo com Benjamin Gleason, co-fundador do GuiaBolso, os recursos serão usados para expandir as opções de crédito e para o lançamento de novos produtos financeiros. Entre as alternativas, está o oferecimento de cartões de crédito e opções de investimento, sempre com parcerias. “Nossa ideia é que o GuiaBolso seja uma plataforma integral, que reúna orçamento, crédito e investimentos.”. Hoje, o GuiaBolso é o maior aplicativo de finanças pessoais do País, com 3,5 milhões de usuários.

Fundado em 2014 como um aplicativo para ajudar as pessoas a organizar as finanças, o GuiaBolso passou a oferecer crédito no ano passado, sempre em parceria com instituições, como uma forma de ajudar os usuários a trocar dívida cara por uma dívida mais barata. O processo é online e o usuário já sabe automaticamente se teve o crédito aprovado e em qual banco.

“Como acompanhamos a situação das pessoas, temos uma ideia muito clara do perfil de cada cliente, o que nos permite oferecer o tipo de produto que faz mais sentido para aquele determinado usuário.”

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários