Home Comprar ou Vender Não compre as ações da Vulcabras, alerta analista; entenda o porquê

Não compre as ações da Vulcabras, alerta analista; entenda o porquê

O anúncio de oferta da Vulcabras após uma distribuição generosa de dividendos levanta questionamentos sobre as intenções da empresa

por Gustavo Kahil
0 comentário
(Imagem: Reprodução/ Youtube da Vulcabras)

Embora a Vulcabras (VULC3) tenha mostrado sinais de melhoria nos resultados, esses avanços não têm sido expressivos, especialmente considerando o ambiente desafiador do varejo, onde o crescimento é limitado pela competição e pelas condições macroeconômicas, avalia a Nord Research em um relatório enviado a clientes nesta segunda-feira (29).

A análise veio após a empresa divulgar, na semana passada, a sua intenção de realizar uma oferta primária de ações no valor de R$ 250 milhões e que pode ser elevada até R$ 500 milhões.

Lopes adverte os investidores a ficarem atentos às intenções das empresas, especialmente quando envolvem ofertas e distribuições de dividendos. Ela destaca que o anúncio de oferta da Vulcabras após uma distribuição generosa de dividendos levanta questionamentos sobre as intenções da empresa e a distribuição de riscos entre acionistas e investidores.

“A família Grendene Bartelle basicamente encontrou uma forma de manter ou até mesmo aumentar sua participação sem gastar um real do bolso. E, é claro, o acionista toma o resto do risco para si”, analisa Lopes.

Desempenho das ações da Vulcabras em 12 meses

Ambiente complicado

Segundo a analista Daniella Lopes, a empresa enfrenta um mercado difícil para crescer acima de 10-11%, com uma competição acirrada e uma dinâmica macroeconômica desafiadora. Apesar de alguns analistas possam acreditar que os resultados da Vulcabras serão afetados pela exportação na Argentina, Lopes destaca que o mercado externo representa apenas 7% dos resultados da empresa, minimizando esse impacto.

A analista destaca que as vendas online da Vulcabras não decolaram, o que significa que o crescimento da empresa tem sido moderado, entre 10-15%, enquanto busca manter sua posição no mercado de varejo esportivo.

Prefira GPS

Para Lopes, a Vulcabras pode parecer uma opção barata considerando seu desempenho operacional, mas é importante observar o contexto geral dos negócios. Ela recomenda aos investidores que busquem oportunidades em outras empresas, como a GPS (GPSS3), que apresenta um histórico sólido de aquisições e desempenho consistente.

A Nord Research destaca que a GPS tem uma forte presença nos segmentos de Facilities, Segurança, Manutenção e Serviços Industriais, além de uma posição consolidada no mercado de terceirização de mão de obra. Com um histórico de crescimento médio de 30% ao ano e excelentes indicadores financeiros, a GPS se destaca como uma opção mais atraente para investimento.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Mail Dinheirama

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.