Home Economia e Política Não está claro como X pode ter sido responsável por invasão da conta de Janja, diz Musk

Não está claro como X pode ter sido responsável por invasão da conta de Janja, diz Musk

Na semana passada, a conta de Janja no X foi hackeada e o responsável pela invasão publicou mensagens ofensivas a ela e ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva

por Reuters
0 comentário

O bilionário Elon Musk disse nesta quarta-feira que “não está claro” como sua plataforma X, anteriormente conhecida como Twitter, pode ter sido responsável pela invasão da conta da primeira-dama Janja Lula da Silva na rede social, um dia depois de ela afirmar que pretende processar a empresa pelo incidente.

Na semana passada, a conta de Janja no X foi hackeada e o responsável pela invasão publicou mensagens ofensivas a ela e ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Em live ao lado de Lula na terça-feira, a primeira-dama disse que irá processar a plataforma e defendeu a responsabilização das redes sociais pelos atos de seus usuários.

“Não está claro como alguém adivinhar a senha dela é nossa responsabilidade”, disse Musk em uma publicação no X, sugerindo que a invasão da conta de Janja se deveu apenas à descoberta de sua senha por um usuário.

O comentário de Musk foi rebatido mais tarde pela própria primeira-dama em nota, onde criticou o proprietário do X por seu “tom irônico” e por minimizar um “acontecimento grave que não atinge só a mim, mas sim a milhares de mulheres dentro da sua plataforma todos os dias”.

Janja negou que desejava responsabilizar a rede social pela invasão da conta em si e reiterou que seus questionamentos sempre foram relação ao “descaso e demora” da empresa em agir durante o incidente.

“Eu não disse que é responsabilidade do X alguém ‘adivinhar’ a senha da minha conta, mas deveria ser responsabilidade da plataforma agir o mais rápido possível quando crimes são cometidos dentro dela”, afirmou a primeira-dama.

Ela afirmou também que sua insistência na busca pela responsabilização da plataforma não está apenas relacionada ao seu caso, mas em defesa de “todas as mulheres que são vítimas da misoginia e dos ataques de ódio nas redes sociais e fora delas”.

Após o incidente, a Polícia Federal deflagrou a Operação X1 para investigar a invasão e o uso indevido do perfil da primeira-dama para a postagem de mensagens de “caráter ofensivo contra autoridades públicas federais”, cumprindo seis mandados de busca e apreensão, sendo dois no Distrito Federal e quatro em Minas Gerais.

(Imagem: Reprodução/REUTERS/Tingshu Wang)
(Imagem: Reprodução/REUTERS/Tingshu Wang)

Apesar de a PF não ter se pronunciado oficialmente sobre possíveis suspeitos ou a forma como a conta no X foi invadida, o presidente Lula mencionou na live de terça-feira que a força investiga um adolescente de 17 anos como um dos responsáveis pela ação.

Na live, a primeira-dama já havia criticado a demora para que sua conta fosse congelada pela plataforma, chegando a mencionar nominalmente o próprio Musk ao acusar o empresário de ganhar dinheiro com a invasão.

“Foi tão difícil que o Twitter congelasse a minha conta e por uma hora e meia o seu Elon Musk ficou muito mais milionário com aquele ataque”, afirmou na ocasião.

Ela ainda defendeu que seja feita a regulação das redes sociais e a discussão sobre a sua monetização, afirmando que as plataformas não podem ficar “acima de qualquer coisa”.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Assine a newsletter “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.